SAÚDE

Após 18 meses de gestão, Eduardo Braide descobre que São Luís tem um hospital da Criança

Após denúncias e muita pressão, prefeito anuncia início das obras de reforma da Unidade de Saúde Infantil

Tem que ser na base do cacete para os gestores municipais e estaduais acordarem para Jesus. Precisou pais de crianças denunciarem o caos e a imprensa mostrar a falta de respeito com pacientes no Hospital da Criança, no bairro Alemanha em São Luís, para que o prefeito Eduardo Braide descobrisse que a Unidade de Saúde Infantil pertence ao município. Foram 18 meses de gestão e nada feito pela Unidade de Saúde.

Após muita porrada na imprensa e pressão na Câmara Municipal, o prefeito Eduardo Braide assinou, na manhã desta quarta-feira (8), a Ordem de Serviço para a reforma e ampliação do Hospital da Criança. O investimento anunciado pelo prefeito é na ordem de R$ 10 milhões, com recursos municipais. A assinatura aconteceu nas dependências da Unidade junto com profissionais da saúde e dos trabalhadores da construção civil que, imediatamente, iniciaram os serviços. Essa reforma foi iniciada pelo ex-prefeito Edivaldo Holanda Júnior, depois retomada pelo ex-governador Flávio Dino, que abandonou a obra e agora por Braide. Já são quase 10 anos de sofrimento para que busca atendimento nessa Unidade de Saúde.

“Quero aqui afirmar meu compromisso e missão de que esta obra está saindo do papel para virar a realidade na vida de todos de São Luís e do Maranhão. São Luís é a porta de entrada para atendimento pediátrico de 113 municípios do Maranhão, mas atendemos o estado inteiro. Para que o novo hospital seja entregue o mais rápido possível, conto com a garra, com a determinação, a responsabilidade e o compromisso de cada trabalhador. E sei que teremos qualidade necessária para que o Hospital da Criança possa receber as nossas crianças” disse o prefeito Eduardo Braide, acompanhado dos secretários municipais de Saúde, Joel Nunes e de Obras e Serviços Públicos, David Col Debella.

Com a medida, a Prefeitura de São Luís assume a obra novamente, já que estava parada desde 2016. A análise de pendências e necessidades da construção já foi realizada pela Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp), assim como a adequação do projeto para que atenda às necessidades da ANVISA (RDC-50).

Segundo o secretário de saúde (Semus), Joel Nunes, a primeira etapa da obra será entregue até dezembro, para, em seguida, serem instalados todos os leitos e equipamentos necessários para o início dos atendimentos no novo espaço. Na solenidade, o secretário agradeceu a sensibilidade do prefeito Eduardo Braide, e do seu empenho em garantir a retomada dos trabalhos no Hospital.

“Hoje é um dia histórico para a gestão, para todos os profissionais da saúde desta unidade e para o prefeito Eduardo Braide. Agradeço a sua sensibilidade com esse hospital desde o início da sua gestão. São sete anos que esta obra se arrasta, mas, agora, vem para melhorar e dar mais dignidade, mais qualidade e melhor infraestrutura para atender às nossas crianças”, enalteceu o secretário.

Para o secretário David Col Debella, a obra representa um marco para a gestão Eduardo Braide. “A minha palavra hoje aqui pra vocês é que não vamos medir esforços para realizar esta obra o mais rápido possível, para agilizar e garantir uma unidade de referência em atendimento pediátrico com mais dignidade”, garantiu o titular da Semosp.

Novos Ganhos – Já em coletiva com a imprensa, no auditório do Palácio de La Ravardière, sede da Prefeitura de São Luís, após a assinatura da ordem de serviço, o prefeito Eduardo Braide detalhou todas as medidas e apresentou os novos ganhos com a nova unidade.

Segundo Eduardo Braide, o investimento de R$ 10 milhões de reais trará para a nova Unidade, além da melhora na infraestrutura, a ampliação do Centro Cirúrgico, com 4 salas de cirurgias e 5 leitos de recuperação pós anestésico. O prédio contará com mais 105 leitos, sendo, 85 leitos de enfermaria, 11 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 9 leitos de Unidade de Cuidados Intermediários (UCI). Os serviços de imagem contarão com exames, como Tomografia e Ultrassonografia.

“Com toda estrutura e com o conceito do novo hospital da Criança, vamos conseguir fazer cirurgias de urgência e emergência, por exemplo, reduzindo o tempo de espera e não será mais preciso transferir para outra unidade. A criança vai fazer todos os procedimentos no próprio hospital. Além disso, teremos a novidade dos serviços de imagens com exames de tomografia e ultrassonografia. O nosso compromisso é entregar um hospital com a qualidade que as nossas crianças e suas famílias merecem”, concluiu o prefeito.

Vamos esperar, mas o teatro parece o mesmo de atores anteriores, que usaram a obra apenas como objeto eleitoreiro. Braide não é candidato este ano, mas seu irmão Fernando Braide é.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!