EDUCAÇÃO

Após entrar na justiça para evitar greve, prefeito Braide recebe educadores

Durante a reunião prefeito de São Luís prometeu apresentar proposta de reajuste

O prefeito de São Luís, Eduardo Braide (sem partido), está fazendo igual o que fez com os rodoviários durante greve de 45 dias. A diferença é que não tem empresários envolvidos nas negociações. Braide entrou na justiça para evitar greve e depois foi reunir com os educadores na noite desta terça-feira (12) e representantes do Sindeducação.

A categoria tem paralisação marcada para a próxima semana, mas a Justiça já acatou pedido da Procuradoria-Geral do Município de São Luís, por meio de uma Ação Declaratória de Nulidade de Greve com Pedido de Tutela de Urgência e considerou a greve ilegal.

Mesmo assim, o prefeito Eduardo Braide recebeu os representantes do Sindeducação e se comprometeu em apresentar na próxima semana uma proposta de reajuste salarial aos educadores.

“Convidei e recebi hoje aqui na Prefeitura, o Sindeducação para dialogarmos sobre a campanha salarial da categoria. Aos nossos educadores, informei que na terça-feira (19), a Prefeitura apresentará uma nova proposta dentro da realidade financeira do Município. Em contrapartida, o Sindeducação se comprometeu em avaliar junto à categoria, a suspensão do movimento até a apreciação da proposta. O nosso trabalho de reconstruir a educação de São Luís não pode parar!”, disse Braide.

Foto: Divulgação

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!