DESEMPREGO

Bebianno diz que Jair Bolsonaro é um problema

Gustavo Bebianno não joga toda a culpa de sua demissão na conta de Carlos Bolsonaro.

O resultado de tentar confeccionar uma “bermuda nova” de uma “calça velha” pode afundar ainda mais o Brasil, país que sofre de várias doenças como: falta de honestidade, corrupção e desvio de verbas públicas na cara das autoridades fiscalizadoras. Com 30 anos na política, Jair Bolsonaro se apresentou ao Brasil como o novo, homem honesto, defensor da família, mas odeia negro, pobre e gay. Um evangélico que decorou apenas um versículo da bíblia (João 8:32) e não sabe orar, mas caiu nas graças de mais de 57 milhões de eleitores, simplesmente por falar que bandido com é bandido morto e dizer que iria liberar arma para o povo.

Com apenas 54 dias de governo uma crise se instalou na gestão e dificilmente será resolvida. A primeira vítima da “caneta Bic” de Bolsonaro será o ministro Gustavo Bebianno, que será exonerado nesta segunda-feira (18). A um interlocutor, Bebianno abriu o verbo e disse:

“O problema não é o pimpolho (Carlos Bolsonaro, filho do presidente da República). O Jair é o problema. Ele usa o Carlos como instrumento. É assustador”, descreveu o futuro ex-ministro.

Na tarde de sexta-feira (15), quando o incêndio de sua demissão parecia debelado, Bebianno demonstrava que a temperatura ainda ardia. Ao mesmo interlocutor, o ministro desabafou:

“Perdi a confiança no Jair. Tenho vergonha de ter acreditado nele. É uma pessoa louca, um perigo para o Brasil”, finalizou.

Aos poucos os defensores de Jair Bolsonaro estão desaparecendo, o primeiro a tomar bola nas costas foi o ex-senador Magno Malta, que jurava ser um dos ministros de Bolsonaro, mas foi descartado como um papel higiênico usado. O ex-senador foi o homem que fez a oração após o resultado das eleições, mesmo assim, foi colocado para escanteio.

Uma das promessas de Jair Bolsonaro era não fazer conchavos com políticos ou partidos, mas acabou fazendo com o Partido Democratas (DEM) tanto na Câmara Federal, quanto no Senado da República. O próprio PSL não teve vez, ficou para trás, dando demonstração de que Jair Bolsonaro deve ficar poucos meses no Parido Social Liberal. O provável caminho de Bolsonaro será o DEM, PR ou PRB, principalmente com a saída de Bebianno do governo.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo