BEQUIMÃO

Bequimão-MA: ponte que liga Santa Vitória a Floresta será entregue nos próximos dias

A obra construída pelo refeito João Martins está sendo concluída para ser entregue à população

Alvo de vândalos durante o segundo turno das eleições gerais de 2022, a ponte que liga o povoado Santa Vitória à comunidade Floresta já está quase pronta. A estrutura é o principal acesso terrestre das comunidades da região norte bequimãoense, como Santana, Centrinho, Beirada, Juraraitá, Itaputiua, Iribuí, Suassuí, Ponta do Soares e Calhau, à sede do município.

A antiga ponte de madeira localizada na região precisava de reparos, mas ainda assim garantia o direito de ir e vir dos moradores. O ato criminoso aconteceu na noite/madrugada do dia 29 de outubro, o que acabou inviabilizando a identificação e punição dos responsáveis.

O fato é que essa não é a primeira vez que casos como esse acontecem na zona rural de Bequimão. Durante as eleições municipais de 2020, o líder quilombola e candidato a vereador, Carlos Alberto, perdeu a vida quando passava por uma ponte danificada por vândalos no quilombo Ariquipá.

Com a proximidade da conclusão dos serviços, o prefeito João Martins espera que atos como esse não venham se repetir no município, porque prejudicam o direito de ir e vir da população e, sobretudo, põem em risco a vida de quem precisa passar pelo local diariamente.

“Estamos muito felizes de poder estar concluindo essa obra, garantindo mais trafegabilidade à nossa população. Com essa ponte, estamos beneficiando moradores não só de Santa Vitória e Floresta, mas também de mais 10 comunidades”, contou o prefeito de Bequimão.

Causar danos ao patrimônio público é crime previsto no artigo 163 do Código Penal, sob pena que pode ir de seis meses a um ano de prisão ou o pagamento de uma multa. Se houver emprego de violência, ameaça ou ainda a utilização de explosivos ou substâncias inflamáveis a pena pode chegar a três anos de reclusão, aplicação de multa, além da pena correspondente à violência que foi empregada.

“Se você, morador, presenciar ocorrências de vandalismo, não se intimide e nos ajude a identificar e punir os responsáveis por atos dessa natureza. Não podemos compactuar com esse tipo de ação que põe em risco a vida da nossa população e já ceifou uma vida no nosso município”, afirmou o prefeito João Martins.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo