POLÍTICA

Bolsonaristas do fracassado Aliança pelo Brasil se filiam ao PL do investigado Josimar de Maranhãozinho

Com adesão dos bolsonarista, Josimar, investigado pela Polícia Federal, deve ser canonizado no Maranhão, assim como fizeram com Roberto Jefferson

Líderes do Aliança pelo Brasil no Maranhão, partido que estava sendo gestado por um grupo de militares e empresários para ser um dos maiores do país, se reuniram na manhã deste domingo (20), em São Luís, com a cúpula do PL – Partido Liberal – para realizar a filiação dos pré-candidatos do grupo.

Com a entrada de seus coordenadores, como o superintendente da Secretaria do Patrimônio da União (SPU), José Ribamar Monteiro Segundo – o Coronel Monteiro; Coronel Daladier, mestre em ciências militares, advogado e professor universitário com atuação em Imperatriz; e o subtenente Fabiano, pré-candidato a deputado estadual, o grupo firma sua aliança com o deputado federal Josimar, pré-candidato a governador, que também esteve presente na cerimônia.

Além deles, também assinaram a ficha de filiação a empresária de Açailândia, Meg Pachaeco, pré-candidata a deputada estadual; Kelly Moura, pré-candidata a deputada federal representando a cidade de imperatriz; além de Isaías Neres (Buriticupu), pré-candidato a deputado estadual; e Vieira (Grajaú), pré-candidato a deputado federal.

O Aliança pelo Brasil estava sendo projetado à imagem de Bolsonaro. Cerca de 120.000 das 300.000 assinaturas coletadas para criar o partido ainda precisam ser validadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o que, na prática, torna inviável a participação da legenda nas eleições de outubro. A legislação eleitoral determina que a agremiação deve estar registrada no tribunal até abril, seis meses antes do pleito.

Coronel Monteiro que é pré-candidato a deputado federal avaliou a chegada ao PL. De acordo com ele, a filiação ao partido peelista partiu de um convite do presidente da República que está orientando seus apoiadores nos estados a organizar uma frente para disputar vagas ao Congresso.

“Escolhemos nos filiar ao PL para acompanhar o presidente Jair Bolsonaro, Chegamos para organizar não apenas a campanha à reeleição do presidente no estado, mas para preparar um grupo visando as eleições à Câmara Federal. Nós viemos pra fazer a diferença”, declarou.

PL projeta eleger cinco federais

O deputado Josimar comemorou a chegada dos novos filiados e afirmou que o partido se prepara para disputar as eleições projetando eleger entre quatro a cinco deputados federais.

“Pra mim, é uma grata satisfação receber em nosso partido os líderes do Aliança pelo Brasil no Maranhão. É um reforço importantes que vai aumentar a projeção para eleição à Câmara Federal que pode ficar entre quatro a cinco deputados federais”, frisou.

Os presentes – A cerimônia de adesão do Aliança Brasil ao PL contou com presença do deputado Hélio Soares, presidente do PL no Maranhão; da deputada Detinha, presidente do PL Mulher e pré-candidata a deputada federal; do vereador de São Luís, Aldir Júnior; e do Apóstolo Silvio Antônio, pré-candidato a federal. O ato também contou com líderes de dois grupos de motociclistas: MC sem destino e Rota do Sol.

Por Gláucio Ericeira

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!