BABADO DA SEMANA

Bolsonaro quer dar auxílio emergencial de R$ 300

Já Paulo Guedes quer que o valor seja apenas R$ 250 reais mensal

Já está decidido pelo governo que o auxílio emergencial será estendido até dezembro. Mas qual será o valor? O “coronavoucher” de R$ 600 terá sua última parcela paga em setembro. Para os três meses finais do ano, a equipe econômica fez e refez as contas — e avalia que o Tesouro suporta R$ 250 por mês.

Nesta quarta-feira, dia 19 de agosto, Jair Bolsonaro já deu, no entanto, o tom:

— O R$ 600 pesam muito para a União. (…) É muito. Alguém da equipe econômica falou em R$ 200, acho que é pouco. Mas dá para chegar num meio-termo.

Com auxiliares mais próximos, Bolsonaro já disse quanto seria esse “meio-termo”: R$ 300. Paulo Guedes sabe disso, mas insiste nos R$ 250. A tendência é que sejam R$ 300. É o que o político Bolsonaro quer.

A última pesquisa Datafolha mostrou que a aprovação de Bolsonaro está em seu ponto mais alto (37% consideram o governo ótimo ou bom e 27% consideram regular), justamente pelo apoio da população que está recebendo o “coronavoucher”.

Por Lauro Jardim

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo