BABADO DA SEMANA

Bolsonaro torrou R$ 18,5 milhões com viagens durante pandemia

Viagem única para o Guarujá custou R$ 1,2 milhão; presidente fez 101 deslocamentos para lugares onde causou aglomeração e não usou máscara

O Palácio do Planalto gastou ao menos R$ 18,5 milhões em viagens do presidente Jair Bolsonaro durante a pandemia de Covid-19 . Ao todo, 101 viagens foram realizada, uma média de duas por semana. As informações são da coluna de Guilherme Amado no Metrópoles, foram obtidas via Lei de Acesso à Informação e englobam o período entre março de 2020 e março de 2021.

Em grande parte dessas viagens, Bolsonaro não usou máscara e causou aglomerações . O destino mais caro durante o período foi Guarujá (SP), onde o presidente passou o recesso de fim de ano de 2020 . Na ocasião, a viagem custou ao país R$ 1,2 milhão.

O segundo destino mais caro de Bolsonaro foi o Carnaval deste ano em São Francisco do Sul (SC) onde, mais uma vez, o presidente causou aglomeração de apoiadores  e foi visto sem máscara. Desta vez, os cartões corporativos do Planalto registraram R$ 701 mil de despesas.

A lista de cidades visitadas por Bolsonaro é bastante extensa e conta tanto com viagens a trabalho quanto com momentos de lazer, como os citados. Não é possível saber o destino exato dos recursos utilizados, já que as notas fiscais e os detalhes dos gastos ficam em sigilo até o fim do mandato presidencial.

Por Brasil Econômico

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo