SÃO LUÍS

Citeluz vai torrar R$ 19 milhões em apenas seis meses de contrato com a Prefeitura de São Luís

O custo médio diário para manutenção da iluminação pública da capital ficará em torno de R$ 105 mil

A prefeitura de São Luís por meio da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) acaba de fechar um contrato milionário com a empresa Citeluz Serviços de Iluminação Urbana S/A para gerir a iluminação pública de São Luís por um período de seis meses (180 dias).

Segundo levantamento do site Folha do Maranhão, o contrato emergencial foi assinado hoje (09) sem licitação, através de contratação direta. Na justificativa, a prefeitura de São Luís alegou vantajosidade, que é quando administração pública ver vantagem na contratação de serviços ou produtos de uma determinada empresa.

Ainda no processo licitatório, a prefeitura de São Luís apresentou planilhas de preços onde a proposta da empresa Citeluz teria sido mais vantajosa para a administração municipal. Com isso, a empresa terá que gerir 108.674 pontos de luz em São Luís, que segundo a prefeitura, existem uma média de 4 mil reparos por mês.

Dados do Tribunal de Contas do Estado – TCE, apontam que o contrato será no valor de R$ 18.998.867,05. Como o contrato é por 180 dias, o média de custo diário para a manutenção da iluminação pública de São Luís ficará em torno de R$ 105.000,00.

HISTÓRICO

A empresa Citeluz Serviços de Iluminação Urbana S/A opera em São Luís desde novembro de 2012, ainda na gestão do ex-prefeito João Castelo, onde foi assinado seu primeiro contrato até novembro de 2015. Nesse período, já na gestão de Edivaldo Holanda, a empresa ganhou o seu primeiro aditivo no contrato, prorrogando a contratação por mais seis meses, até maio de 2016. Ainda em 2016, a Citeluz foi novamente contratada pela prefeitura de São Luís. De janeiro de 2016 a 2020, foram 4 aditivos de prorrogamentos do contrato na gestão de Edivaldo Holanda.

Em 2021, já na gestão de Eduardo Braide (Podemos) o contrato já foi prorrogado por duas vezes, sendo o segundo aditivo na data de hoje (09). Com isso, a empresa irá fazer 10 anos de prestação de serviço com apenas dois contratos.

Por Folha do Maranhão

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo