NOTÍCIAS

Desacreditado, Roberto Rocha vai ter que escolher entre Bolsonaro e PSDB

O senador tucano eleito com apoio de Flávio Dino, agora vai ter que deixar o PSDB e procurar nova sigla

Em 2018, quando saiu candidato ao governo do Maranhão e saiu das urnas com míseros 2% (60 mil votos), Roberto Rocha fez campanha para Geraldo Alckmin, como candidato a presidente da República. Mas bastou Bolsonaro assumir o Palácio do Planalto, para Rocha se aproximou, o que deixou o diretório nacional de orelha em pé, principalmente pelas atitudes de Bolsonaro contra João Dória, governador do PSDB em São Paulo. Roberto Rocha nunca se manifestou em defesa do colega de partido.

Em descrédito dentro da legenda, Roberto Rocha deixa o posto de liderança e deve sair do partido, já que o clima ficou praticamente insustentável. O caminho mais curto para Roberto Rocha, deve ser o Podemos ou PSC, caso ainda queira tentar algo através das urnas maranhenses.

No comando do PSDB no Maranhão, Roberto Rocha perdeu o único deputado estadual que tinha na Assembleia, após ato de traição, e sequer elegeu um vereador na capital em 2020. No interior do Maranhão,  o PSDB elegeu apenas quatro prefeitos nas últimas eleições, o que mostra a nítida fragilidade de articulação de Roberto Rocha.

Nos bastidores da política maranhense, as conversas tomam conta sobre o assunto, mas a grande tese é que ninguém acredita mais em Roberto Rocha, o que dificultará nas articulações visando uma futura candidatura ao governo do Estado em 2022.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!