POLÍTICA

Eduardo Braide isola titular da Secretaria da Pessoa com Deficiência e tenta promover Joel Júnior com entrega de próteses a deficientes

Secretário Carlivan Braga se tornou uma figura decorativa na gestão Braide mediante a importância de sua pasta

Até agora os ludovicenses não conseguem entender qual seria o laço que amarra o prefeito Eduardo Braide ao secretário de Saúde, Joel Júnior, que mesmo fazendo uma péssima gestão na saúde de São Luís, se mantém no cargo e passou a ser promovido nitidamente por Braide em ações de outras secretárias, como é o caso da entrega de próteses para pessoas com deficiência física.

O titular da Secretaria Municipal Extraordinária da Pessoa com Deficiência (SEMEPED), Carlivan Braga, tem sido nitidamente uma figura decorativa a gestão. Já Joel Júnior, que pretende ser vereador de São Luís tem sido nitidamente promovido pelo prefeito Eduardo Braide, até mesmo em ações de outras secretarias.

Para requerer uma prótese o usuário deveria fazer a solicitação junto à Semeped, já que existe a pasta, e que justamente foi criada por Braide. Mas para promover o secretário Joel Júnior, o prefeito Eduardo Braide teria determinado que a solicitação seja feita pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus), apresentando RG, comprovante de residência, cartão do SUS e laudo médico. Na entrega, Joel Júnior é quem faz isso, já o secretário Carlivan Braga, faz papel de figurante.

CRIADA EM 2013

A distribuição desses equipamentos foi iniciada em 2013, porém, logo depois foi suspensa, sendo retomada agora na gestão do prefeito Eduardo Braide, que na campanha eleitoral criticou o programa por não existir uma secretaria da pessoa com deficiência. Prometeu criá-la e criou, mas a pasta não serve para nada, já que Braide tenta a todo custo promover o titular da saúde, que é um fracasso em sua pasta, deixando falta remédios, alimentação nos hospitais, máscaras, além da falta de equipamentos para exames.

Só em 2022, a Prefeitura de São Luís já entregou quase 100 próteses, garantindo mais autonomia e mobilidade a deficientes da capital e também do interior, influenciando diretamente a garantia da seguridade social não só em São Luís, mas também em outras partes do Maranhão. E sabe quem aparece nos “RETRATOS” fazendo as entregas com Braide? acertou que disse Joel Júnior.

Foto: Reprodução

Mostre mais

Artigos Relacionados

Um Comentário

  1. Caríssimo, é muita desinformação em um texto só. Então vamos lá… vou te ajudar!
    Desde de 2004, em função de uma pactuação federal (que hoje está com valores desfasados), é de responsabilidade da Secretaria Municipal de São Luís, fazer a dispensação de órteses e próteses descritas na tabela SUS para São Luís e mais 168 municípios do Estado. Por isto as solicitações dos dispositivos SEMPRE foram feitas na SEMUS de São Luís.
    O setor de Ortése e Prótese existe na SEMUS desde de 1998, e em 2019 foi criada a Coordenação de Atenção à Saúde da Pessoa com deficiência, passando então a fazer a política de saúde da Pessoa com deficiência além de continuar dispensando os dispositivos. Serviço este que desde então nunca foi suspenso em nenhum gestão.
    Temos defasagem nos valores de repasse, aumento do contingente populacional, aumento nos valores dos insumos, afinal de contas são 18 anos de 2004 pra cá… mas nunca se entregou tantos dispositivos na história da SEMUS de São Luís, e isto se deve a sensibilidade e bom trabalho dos gestores que aqui estão, e nada mais justo que eles apareçam à frente de seus trabalhos devolvendo autonomia e cidadania aos usuários do SUS, né não?
    A SEMEPED, como bem disseste, criada na gestão do prefeito Eduardo Braide, é responsável por fazer a articulação das políticas públicas para Pessoas com Deficiência com as demais Secretarias, ou seja: educação, desenvolvimento social, cidadania, e por aí vai… e posso dizer também que este trabalho vem sendo exercido da forma mais sensata possível por pessoas que sempre sentiram na pele, no dia-a-dia as dificuldades que hoje ajudam a oportunizar às Pessoas com Deficiência.
    Desculpe o texto longo. Posso até ser inerte a DESPEITO mas DESINFORMAÇÃO e INJUSTIÇA não!
    Precisando de mais informações, estou à disposição.

    Ulda Barbosa
    Servidora Efetiva
    Mat.: 528599-1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!