EDUCAÇÃO

Empresa de transporte escolar que já faturou R$ 47 milhões na prefeitura de São Luís tem novo contrato assinado sem licitação

A empresa contratada por Eduardo Braide sem licitação já opera no transporte escolar de São Luís há 9 anos

Em São Luís, órgãos como Ministério Público e Tribunal de Contas do Estado parecem não existir mais na capital maranhense. Nos últimos dias o prefeito Eduardo Braide tem deitado e rolado em cima dos órgãos fiscalizadores e nenhuma medida foi tomada até agora contra os abusos administrativos cometidos pelo prefeito de São Luís, que faz contratos com desculpas esfarrapadas sem a cara tremer.

Um levantamento realizado pelo site Folha do Maranhão mostra que a Secretaria Municipal de Educação de São Luís (SEMED) voltou a contratar a empresa Transporte Premium Ltda para realizar os serviços de locação de transporte escolar da rede municipal de educação. O contrato foi feito com dispensa de licitação e custará aos cofres públicos o valor de R$ 7.275.772,35 (sete milhões, duzentos e setenta e cinco mil, setecentos e setenta e dois reais e trinta e cinco centavos).

O contrato prevê que a empresa precisa fornecer veículos tipo ônibus com no mínimo 35 lugares, além de abastecimento, manutenção e motoristas para toda a frota contratada. O contrato não explica qual será a rota, já que a capital maranhense possui transporte coletivo e os alunos mesmo com dificuldades pagam suas passagens.

EMPRESA JÁ OPERA DENTRO DA SEMED

Segundo o levantamento do site Folha do Maranhão, a empresa já opera no transporte escolar de São Luís há 9 anos, desde de 2014, ainda na gestão de Edivaldo Holanda Júnior. Neste período, a empresa faturou R$ 47.490.876,54, sendo R$ 6.168.992,92 em 2014, R$ 5.071.260,43 em 2015, R$ 6.780.016,05 em 2016, R$ 4.097.356,99 em 2017, R$ 6.780.016,05 em 2018, R$ 6.806.202,82 em 2019, R$ 1.687.269,98 em 2020 e R$ 10.099.761,30 em 2022 (já na gestão Eduardo Braide).

O site Folha do Maranhão não conseguiu dados referentes aos pagamentos da empresa no ano de 2021. Consta um empenho de R$ 10.307.029,49 já para o ano de 2023.

SIMULAÇÃO EMERGENCIAL DE BRAIDE

Assim como o contrato da merenda escolar, o contrato para o serviço de transporte escolar da rede municipal de ensino foi feito nas coxas de forma emergencial e assinado pelo secretário de educação, em exercício, Maurício Evandro Martins Hiluy com aval do prefeito Eduardo Braide, já que na prefeitura, quem dita o tom é o prefeito.

TRANSPORTE ESCOLAR DE FACHADA

Há duas semanas, o JMTV da TV Mirante, afiliada à Rede Globo no Maranhão, mostrou as dificuldades que  alunos da Zona Rural de São Luís enfrentam para ir à escola. Na reportagem, foi mostrada as condições dos veículos que fazem o transporte das crianças, muitos deles sem assentos para as crianças sentarem. Além disso, apenas um ônibus faz o transporte de cerca de 130 alunos em dois turnos, situação muito diferente da mostrada na propagada da prefeitura paga com dinheiro público.

O que os ludovicenses já perceberam há tempo, é que como prefeito, Eduardo Braide é um excelente Digital Influencer…

Por Folha do Maranhão

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo