BABADO DA SEMANA

Empresas de ferry-boats são multadas pela milésima vez no MA

As multas são por falhas na prestação dos serviços aos consumidores que já dura um século

Atrasos, não emissão de nota fiscal, desrespeito a limites de ocupação, além de problemas com a acessibilidade, foram algumas das infrações registradas pelo Instituto de Promoção e Defesa do Cidadão e Consumidor do Maranhão (Procon/MA) nas fiscalizações rotineiras realizadas pelo órgão a ferry-boats.

Nesta semana, o órgão aplicou multas que totalizaram R$ 38.686,80 a empresas concessionárias do transporte aquaviário intermunicipal entre São Luís (Terminal Ponta da Espera) e Alcântara (Cujupe). Foram multadas as empresas Servi Porto e Internacional Marítima.

Além de atrasos de cerca de 1 hora em horários programados de saída, outras falhas identificadas pelo órgão foram a superlotação, evidenciada por passageiros que faziam a travessia em pé ou sentados no chão, bem como em locais que dificultam a circulação nos transportes, o que foi classificado como risco à saúde, vida e segurança dos consumidores.

Além disso, outras falhas como coletes pingando em cima dos passageiros, ausência de barras de apoio no banheiro acessível em um dos ferrys e ausência de informações como a precificação em uma das lanchonetes, causaram as multas.

Só que nos feriados de natal e ano novo e principalmente no período das eleições, o mesmo procon que multou as empresas agora, não conseguiu ver essas falhas. É incrível como o Procon sempre cria pautas na imprensa para está em evidência, já que só faz o que lhe convém.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo