SAMPAIO CORRÊA

Sampaio perde 8ª partida seguida na Série B

Derrota para o Boa é a 10ª do Sampaio na Série B e agora ocupa a penúltima posição na tabela

Com a oitava derrota seguida no Campeonato Brasileiro da Série B, o Sampaio começa a respirar através de aparelhos. Em 18 jogos foram 10 derrotas, 4 vitórias e 4 empates, somou apenas 16 pontos dos 54 disputados até agora. Ocupa a 19ª posição na tabela e se encontra em uma situação bastante complicada, já que na noite deste sábado a Bolívia perdeu para o lanterna Boa Esporte Clube de Minas Gerais por 3 a 1 em Varginha, interior mineiro. E um detalhe, o time mineiro ainda não havia marcado três gols em uma partida neste campeonato.

Comandado por Arlindo Maracanã, o time boliviano ficou perdido durante os 90 minutos dentro do estádio do Melão, como se tivesse com 5 homens a menos no jogo. O time mineiro não se preocupou com a moleza boliviana e buscou o placar desde o início. E Não deu outra, o Boa fez o dever de casa e despachou o Sampaio, aumentando ainda mais a crise no Parque José Carlos Macieira.

Na próxima segunda feira (30) o novo técnico Paulo Roberto Santos assume definitivamente o comando da equipe e terá pela frente o Criciúma de Santa Catarina no estádio Castelão em São Luís. Será a última partida de ida e a primeira com o novo técnico que deverá ter muita dor de cabeça para tirar o Sampaio dessa zona, já que na volta a briga será ainda maior.

Nos bastidores do futebol, o assunto é o mesmo: Sérgio Frota está preocupado com a má campanha tricolor, que que o presidente depende dos bolivianos para se reeleger deputado estadual este ano. Caso contrário, vai Sampaio e Sérgio Frota para o mesmo rumo rumo, o fundo do poço.

A PARTIDA SAMPAIO 1 X 3 BOA ESPORTE-MG

A tensão ficou nítida nos minutos iniciais. Equipes cautelosas, evitando o erro, e com tímidos avanços ao campo de ataque. Jogo que qualquer detalhe faria a diferença, e assim o Boa Esporte abriu o placar. Um chute de fora da área que desviou na defesa boliviana e entrou.

A desvantagem levou o Sampaio a arriscar subidas mais efetivas ao ataque, e o empate veio na bola parada. Sobral cobrou na cabeça de Uilliam, que subiu mais do que a defesa mineira para empatar de cabeça.

O empate não significava absolutamente nada para nenhum dos dois times, e a partida ficou aberta. O Boa Esporte chegou em velocidade com perigo, mas Andrey Salvou e mandou para escanteio.

A troca de fogo se estendeu durante o restante do primeiro tempo, mas sem nenhuma alteração no marcador.

Etapa final marcada por uma presença mais constante do Sampaio no campo ofensivo. Bruno Moura arriscou um cruzamento e a bola fez uma curva venenosa, beliscando o travessão.

Dominando o meio-campo, o Tricolor seguia melhor, com chegadas mais agudas, e Esquerdinha quase marca após emendar um sem-pulo na entrada da área, mas a bola passou por cima do travessão.

Como não aproveitou o melhor momento na partida, o Sampaio foi castigado e sofreu dois gols na sequência, aos 27 e aos 30 minutos.

Os gols desmoronaram o ímpeto Tricolor, que ainda tentou se reerguer na partida, mas sem conseguir furar a defensiva adversária.

Ficha Tricolor

Andrey, Bruno Moura (Marcelo), Fredson, Joécio e Alyson; Silva, Fernando Sobral, Danilo Pires (Dalberto) e Esquerdinha; Alvinho (Reginaldo Júnior) e Uilliam.

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close