POLÍTICA

Entrega do ferryboat Cidade de Araioses anunciada por Brandão ficou na promessa até agora

Governador prometeu entregar um ferryboat novo há 15 dias, mas a imprensa descobriu que seria uma embarcação velha da empresa Servi Porto reformada

O Governador do Maranhão, Carlos Brandão (PSB), não se cansa de passar vergonha na televisão. Na última entrevista dada a TV Mirante, ele anunciou a entrega de um ferryboat novo para a última sexta-feira (5), mas não entregou, já que a imprensa independente descobriu que a embarcação se tratava do ferryboat Cidade de Araioses, reformado após sucateamento pela MOB.

Antes, de dentro de um hospital em São Paulo, Brandão já havia passado outra vergonha ao anunciar em suas redes sociais a chegada de um ferry boat como sendo uma embarcação “de alto padrão”, onde chegou a anunciar como sendo nova, mas na verdade o José Humberto tem 35 anos de uso.

Em entrevista na TV Mirante há cerca de duas semanas, chegou a prometer que entregaria duas novas embarcações para a semana seguinte à entrevista, como promessa de melhorar o caos polêmico que os viajantes sofrem há quase um ano após Flávio Dino decretar intervenção nas embarcações da empresa Servi Porto. Mais uma vez ficou na promessa o discurso de Brandão.

Depois do ferry de “alto padrão”, o governador garantiu que com a nova promessa iria normalizar a travessia. Mas pelo contrário, continua ainda pior, já que apenas 3 embarcações fazem a travessia constante, já que o José Humberto, funciona igual moto velha, um dia na estrada e no outro na oficina.

“Semana que vem teremos mais outro barco que eu acredito que vai normalizar. Independente disso tem um outro barco de reserva, que é um outro grande ferry boat que deverá chegar aqui dia (5) pra que aí sim, a gente coloque a normalidade nessa travessia”, disse Carlos Brandão.

O outro “grande ferry boat” prometido por Carlos Brandão para a ultima sexta-feira (5) até hoje (09) continua só sendo mais uma promessa e quem ainda está sofrendo é a população de São Luís e da Baixada Maranhense que está à deriva.

Por Clodoaldo Corrêa

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!