ALCÂNTARA

Feira do Livro Infantil de Alcântara é sucesso total

Crianças ficaram encantadas com atrações literárias, oficinas de leitura e contação de histórias

O brilho nos olhos, o sorriso no rosto… encantadas, crianças Escola Municipal Antônio Lobo – comunidade Peru – participaram, na tarde desta terça-feira (26), da Feira do Livro Infantil de Alcântara, que aconteceu no Cinema da Cidade, localizado na rua da Independência.

O grupo, composto por alunos do terceiro, quarto e quinto anos, por professores e gestor escolar, além do contato com diversas obras literárias, participaram de brincadeiras e da contação de histórias. No total, levando em conta a presença dos alunos de escolas da sede, mais de 60 crianças participaram diariamente das atividades da feira literária.

Roberval Júnior, gestor da escola Antônio Lobo, destaca que, a partir do momento em que marca o retorno à sala de aula, às atividades presenciais, a participação dos alunos nesta feira é um fenômeno ímpar. “É necessário um momento como este, que se faz mágico pela contação de história, pelo contato com livros diferentes e pela narrativa da própria história. É um momento mágico para cada um deles”, afirma o gestor, que agradeceu à secretaria de Cultura e Turismo pelo convite.

Uma das principais atrações, contação de história (Maise Resende) e a brincadeira “Baú do conhecimento” (com Liz Renata),foram promovidas pelo Museu de Alcântara (Instituto Brasileiro de Museus – Ibram). Duas obras literárias foram apresentadas às crianças: “Os olhos do Jaguar”, de Yguarê Yamã, e “Enquanto o almoço não fica pronto”, de Sônia Rosa.

Maise Resende, que contou as histórias aos pequenos, arrancou sorrisos, olhares e despertou curiosidades. “Eu gostei muito do jaguar e dos animais apresentados, principalmente a onça”, diz Thales Pierre Torres de 8 anos, aluno da escola Antônio Lobo.

Maise pontua que a mediação da leitura é muito importante e que ver os olhos das crianças brilhando quando ouvem uma história tem um valor incalculável. “Essas oportunidades devem ser multiplicadas. Importante que a prefeitura e outras instituições atuem para ampliar e fazer outras crianças sonharem, porque a leitura é um passaporte dos sonhos, ela nos amadurece e fortalece.”

Por Ascom/Prefeitura

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!