NOTÍCIAS

Felipe Camarão torrou quase R$10 milhões sem licitação com locação de girotecas em plena pandemia

Secretário de Estado da Educação tem torrado dinheiro público sem pena, principalmente no final de sua gestão na Seduc

O secretário de Educação do Estado e pré-candidato a deputado federal, Felipe Camarão (PT), tem torrado dinheiro público sem pena e sem dó na gestão Flávio Dino. Para se ter uma ideia do desperdício de dinheiro público na Seduc, Camarão contratou sem licitação a Globaltec Tecnologia Educacional LTDA por quase R$10 milhões para locação de girotecas em plena pandemia de Covid-19 com todas as escolas fechadas.

Para ser mais exato, Camarão gastou com girotecas R$ 9.846. 899,92 (nove milhões, oitocentos e noventa e nove mil, oitocentos e noventa e nove reais e noventa e dois centavos), como mostra o extrato do contato abaixo.

Pelo que parece o governo Flávio Dino trabalha apenas para tentar eleger os secretários pré-candidatos a deputado estadual ou federal. A gestão Felipe Camarão, por exemplo está cheia de contratos suspeitos, que o Ministério Público e Tribunal de Contas precisam averiguar enquanto há tempo.

Nas próximas matérias da “SÉRIE CONTRATOS SUSPEITOS”, vamos mostrar mais contratos suspeitos assinados por Felipe Camarão, assim como vamos mostrar dos demais secretários e pré-candidatos a deputados no governo Flávio Dino. Fique Ligado!

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!