MARANHÃO

Ferryboat velho faz primeira viagem da Ponta da Espera para Cujupe com 50% da capacidade

Embarcação foi adaptada, remendada, recauchutada, pintada e agora aprovada pela Marinha do Brasil após 30 dias de vistorias

Após permanecer quase 30 dias sendo montado e desmontado, pintado e recauchutado, o ferryboat velho José Humberto, que já tem 35 anos de uso e chegou ao Maranhão como novo e moderno, segundo anunciou o governador Carlos Brandão, até que fim, fez nesta terça-feira, 28, sua primeira viagem do porto Ponta da Espera para o Cujupe, mas com metade de sua capacidade permitida.

A embarcação saiu nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (28) da Ponta da Espera em direção ao Porto do Cujupe, em Alcântara, transportando passageiros e veículos para a baixada maranhense. Segundo informações, tanto a viagem de ida, quanto a de volta, foram tranquilas, mas com uma reclamação: bastante demorada, já que os motores não possuem a potência necessária para o tamanho e peso da embarcação.

Anunciado como uma embarcação de “alto padrão” pelo governador Carlos Brandão, o ferry velho José Humberto começou a circular nos Rios Amazonas e Marajó em 1987, e chegou ao Maranhão como novo, mas foi reprovado em diversas fiscalizações das autoridades marítimas locais, evidenciando que a balsa adaptada não tinha condições de navegar pela baía de São Marcos. Mesmo com a autorização da Marinha do Brasil, o perigo ainda é muito grande, principalmente no verão, já que no famoso Boqueirão, parte mais profunda da travessia, embarcações costumam ter dificuldades para navegar. Veja a Nota da Marinha do Brasil.

Mas após ter sido pintado, reformado, adaptada e reparado a toque de caixa, o governo do estado colocou o ferryboat em operação e com passageiros servindo de cobaia na embarcação recauchutada. Segundo foram duas viagens ida e volta, mas teria demorado o tempo suficiente para fazer 4 viagens normais de 1h20 como de costume nas embarcações da Internacional Marítima.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!