NOTÍCIAS

Francisco Chaguinhas compõe a Comissão de Recesso da Câmara Vereadores

A comissão definiu durante encontro, as áreas prioritárias de atuação durante esse período

O vereador de São Luís, Francisco Chaguinhas (Podemos), um dos mais experientes da Câmara Municipal de São Luís, compõe a Comissão Representativa da Câmara Municipal de São Luís, durante o Recesso dos parlamentares. Nesta quarta-feira (5) o grupo realizou uma reunião para definir o calendário de atividades para o período do recesso parlamentar.

A comissão foi nomeada pelo presidente da câmara, vereador Osmar Filho (PDT), e ficou responsável por discutir ações em áreas diversas e manter o trabalho da Casa Legislativa no período do recesso. A comissão vai permanecer no plantão legislativo até dia 1º de fevereiro.

Os parlamentares que compõem o colegiado, além do experiente Francisco Chaguinhas (Podemos),  são os co-vereadores do Coletivo Nós (PT) e os vereadores Daniel Oliveira (PL), Domingos Paz (Podemos), Ribeiro Neto (PMN) e Rosana da Saúde (Republicanos).

Agenda

Os vereadores definiram que na próxima segunda-feira, dia 10, às 10h, será realizada uma reunião com o novo superintendente do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) para viabilizar a instalação de um posto avançado de atendimento a funcionários e público externo.

Na terça-feira, 11, a comissão de recesso da câmara vai receber representantes da Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e da Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (SEMCAS) para tratar sobre as áreas com risco de desabamento na capital.

Também na terça-feira, os vereadores vão se reunir com a secretária municipal de Educação, Caroline Salgado, para falar sobre o retorno das aulas nas escolas municipais, e com o secretário municipal de Saúde, Joel Nicolau Júnior, para tratar sobre o atendimento na área da saúde. As reuniões acontecerão nas respectivas secretarias.

Demanda

Durante a reunião da comissão de recesso, também foram definidas as demandas que devem ser priorizadas durante o mês de janeiro. Entre as demandas prioritárias estão as que abordam as áreas com risco de desabamento, as síndromes gripais e o combate a Covid-19 e o início do ano letivo na educação municipal.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo