POLÍTICA

Francisco Chaguinhas fala sobre visita às ruas do Jardim São Cristóvão

O vereador solicitou melhorias para os moradores do bairro Jardim São Cristóvão

O vereador de São Luís, Francisco Chaguinhas (Podemos) usou a tribuna da Câmara de São Luís, na sessão ordinária desta terça-feira, 19, para informar que realizou visitas às ruas do bairro Jardim São Cristóvão, com o objetivo de fazer um levantamento sobre a situação das vias públicas da localidade que estão abandonadas pela gestão municipal.

O parlamentar iniciou seu discurso falando que o Jardim São Cristóvão é uma “grande cidade”, por conta de sua extensão e quantidade de moradores. Ele informou que lutou por melhorias para o bairro durante as duas gestões do ex-prefeito Edivaldo Holanda, mas que a prefeitura não deu a assistência necessária para a comunidade. “Todos puderam acompanhar a minha luta durante os oito anos do Edivaldo Holanda, porém ele deixou o bairro totalmente descomposto” disse.

Por meio de suas redes sociais, Chaguinhas informou que fez o levantamento das ruas que estão em piores situações e que vai entregar esse levantamento ao prefeito Eduardo Braide (sem partido) para que se iniciem os trabalhos de recuperação o mais breve possível.

Francisco Chaguinhas disse também que encaminhou, na sessão ordinária de segunda-feira, 18, um requerimento ao prefeito solicitando a recuperação da Rua 27, do Jardim São Cristóvão II. “O que eu estou fazendo aqui é uma pressão exercida pelo próprio povo que mora no bairro, que quer melhorias”, disse.

Comissão de recesso – Ainda em seu discurso, o vereador destacou os trabalhos desenvolvidos pela comissão de recesso, que atuou durante o recesso parlamentar em janeiro. Chaguinhas presidiu a comissão.

“O trabalho da comissão foi reconhecido. A comissão foi colocada lá em cima, porque nós escolhemos trabalhar nas áreas de risco esquecidas da nossa cidade. Nós colocamos em evidência essas áreas e apresentamos algumas soluções. É preciso desocupar essas áreas, oferecendo habitação para os moradores, e urbanizá-las. A solução está aí, nós temos o residencial Mato Grosso que pode acolher todas essas pessoas. Aí então os governos municipal, estadual e federal devem trabalhar juntos para urbanizar as áreas de risco do município”, concluiu.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!