MARANHÃO

Governador Brandão queria torrar R$ 30 milhões com som e luz, mas justiça suspende licitação

Pelo visto, o São João do Maranhão não terá algo muito cheiroso ao nariz dos maranhenses após a festança junina

O desembargador Raimundo Bogéa deferiu, no último dia 06, um Mandado de Segurança impetrado contra o Secretário de Governo, Diego Galdino, em processo licitatório que tinha por objeto a contratação de empresa de sonorização e iluminação no valor de R$ 29.998.187,00 (Vinte nove milhões, novecentos e noventa e oito mil, cento e oitenta e sete reais).

Segundo publicou o site Marrapá, Galdino, atropelando o que estava previsto no edital, declarou vencedora a empresa Equipar, que não tinha em seu corpo técnico, os profissionais necessários e exigidos à habilitação no certame.

Por decisão das Primeiras Câmaras Cíveis Reunidas do Tribunal de Justiça, o pregão e a respectiva ata de registro de preço encontram-se suspensos, ficando proibido o Governo Brandão de assinar contrato com essa empresa para os serviços previstos no objeto dessa licitação.

O edital previa a contratação de empresa especializada para prestação de serviços de locação de equipamentos de infraestrutura de eventos organizados pelo governo em ano eleitoral.

Por Marrapá

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!