MARANHÃO

Governador Brandão teria garantido repasse de R$ 1 milhão a líder da Igreja Assembleia de Deus

Dinheiro público possivelmente sendo usado como moeda de troca para manter ou buscar apoio de pastores

Hospitais e Unidades de Pronto Atendimento (UPA) sem medicamentos, aparelhos de Raio X quebrados, pacientes esperando na fila até 60 dias para conseguir uma consulta, exames e cirurgias, mas para irrigar aliados, o governo do Maranhão tem dinheiro sobrando. Os maranhenses estão aí para pagar impostos altos.

Segundo fontes, o governador Carlos Brandão (PSB), teria dito abertamente, durante culto que participou na última segunda-feira (4), que irá repassar R$ 1 milhão para a Igreja Assembleia de Deus, atualmente comandada pelo pastor Coutinho. Segundo Brandão, o projeto já tinha sido aprovado.

O chefe do executivo estadual garantiu para o líder da igreja, Pastor Coutinho que irá fazer o repasse. Segundo o governador, o repasse será para a organização da Festa do Centenário, festividades pelo aniversário da denominação que celebra 111 anos de existência.

Em ano eleitoral e já no período vedado, esse repasse é mais uma afronta aos princípios que regem a legislação eleitoral, tentando ganhar o eleitorado evangélico para sua pré-candidatura a reeleição de governador.

Brandão, por sinal, repete o ex-governador Flávio Dino, que também esteve na Igreja Assembleia de Deus em suas campanhas, teria negociado cargos de capelão com um pastor, líder forte da igreja, em troca de apoio, segundo fontes. As vagas de capelão foram criadas e distribuídas. Só não se sabe se foi realmente negociadas.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!