POLÍCIA

Homem é encontrado morto no açude do ex-prefeito Nilson Garcia

O corpo do defunto será exumado a pedido da família da vítima, que foi enterrado com indigente

A família de Manoel de Alzina, encontrado morto no açude do ex-prefeito do município de  Palmeirândia, Nilson Garcia, na localidade  Chuí , pediu à Justiça exumação do corpo que foi enterrado como indigente no Cemitério do povoado São Roque, no município de Palmeirândia-Ma, na baixada maranhense.

Depois de ter passado 24 horas sem identificação e sem laudo do Instituto Médico Legal (IML), o corpo do homem, que só foi identificado por familiares a partir de fotografias espalhadas nas redes sociais, acabou sendo enterrado como indigente.

Relatos que chegam à nossa redação dão conta que a decisão do pedido de exumação do cadáver  foi tomada pela família do morto.

Segundo os familiares do morto encontrado no açude do ex-prefeito de Palmeirândia, a principio o mesmo pode ter sido assassinado e portanto merece que a Polícia investigue o caso que motivou a morte do cidadão e descubra toda a dinâmica do que supõe ter sido crime de assassinato.

Nenhuma hipótese de investigação pode ser descartada uma vez que o mesmo foi enterrado como indigente e sem laudo pericial da causa morte.

Por Vandoval Rodrigues

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close