PERSONALIDADE

Jornal O Estado do Maranhão encerra sua circulação impressa neste sábado (23/10)

Fundado em 1973 pela família Sarney, o matutino circulou por quase meio século

A era do impresso está chegando ao fim. Seguindo tendência de outros matutinos mundiais, o jornal O Estado do Maranhão encerra sua circulação impressa neste sábado (23). Profissionais envolvidos na produção do jornal estão sendo remanejados para o ambiente digital.

Fundado em 1973 por José Sarney e Bandeira Tribuzi, o EMA era uma espécie de “diário oficial” dos interesses do experiente político, serviu de forma recorrente como peça de propaganda política favorável a governos e candidaturas de aliados do grupo Sarney.

Em 2015, o Site Marrapá divulgou com exclusividade uma carta datada de 1978, escrita por Maria dos Santos Pinheiro Gomes, esposa de Bandeira Tribuzi, desautorizando O Estado do Maranhão a usar o nome do escritor em suas publicações.

No documento, encontrado entre os pertences do poeta, a viúva cobrava seu desligamento do quadro societário do jornal, expondo entre os vários motivos para a decisão “a contratação simples e acintosa de marginais de pena”.

Por Leandro Miranda

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo