NOTÍCIAS

Luís Miranda revela nome do auxiliar de Bolsonaro para quem denunciou esquema da Covaxin

O parlamentar já tinha divulgado o teor da troca de mensagens, mas vinha omitindo o nome do auxiliar de Bolsonaro

O deputado federal Luís Miranda (DEM-DF) revelou à coluna, na noite desta quinta-feira (24/6), o nome do ajudante de ordens do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) com quem trocou mensagens de WhatsApp sobre o suposto esquema de corrupção envolvendo a compra da vacina indiana Covaxin.

De acordo com o parlamentar, a conversa foi com Jonathas Diniz Vieira Coelho, capitão-de-corveta da Marinha. Diniz Coelho, como é conhecido, é um dos três ajudantes de ordens do presidente da República. Os outros dois são integrantes do Exército e da Aeronáutica.

Miranda já tinha divulgado o teor da troca de mensagens, como o Metrópoles antecipou na manhã dessa quarta-feira (23/6), mas vinha omitindo o contato. Os prints divulgados até então apareciam com o nome borrado.

Procurado na noite desta quinta (24), o Palácio do Planalto ainda não respondeu. A coluna também tentou contato telefônico e por mensagem com o tenente-coronel Mauro Cid, chefe da ajudância de ordens da Presidência, sem sucesso. O espaço segue aberto.

Miranda e o irmão, o servidor do Ministério da Saúde Luís Ricardo Miranda, vão depor na CPI da Covid do Senado nesta sexta-feira (25). O deputado promete expor mais detalhes da conversa e apresentar “documentos do Ministério da Saúde”.

Por Igor Gadelha  (Metrópoles)

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!