NOTÍCIAS

“Na política devemos seguir líderes e não obedecer chefes”, destacou Jeisael Marx

Na frase Jeisael se referiu sobre escolha do Rede por Weverton Rocha ao governo do Maranhão

O jornalista e ex-candidato a prefeito de São Luís e principal liderança do partido Rede no Maranhão, Jeisael Marx, concedeu entrevista ao programa Ponto Continuando, da rádio Educadora AM 560 KHZ, na última quinta-feira (23) pouco antes do partido oficializar o apoio à pré-candidatura do senador Weverton ao governo do estado.

“É preciso fazer política com muito diálogo, com respeito, e a gente deve seguir líderes e não (obedecer) chefes ou patrões. Não existe puxada de beiço na política”, afirmou Jeisael sobre a aliança com Weverton, ao externar que ele foi ouvido, o partido foi ouvido, houve diálogo para que se chegasse a um entendimento, diferente de que como foi a conversa com outros pré-candidatos e seus representantes, sem externar nomes.

Depois, em suas redes sociais, Jeisael complementou: “Pra quem está acostumado a puxar os outros pelos beiços, talvez pedir diálogo e respeito seja um ‘pedido muito alto’ mesmo”, disse.

Fica claro que a referência é ao pré-candidato de preferência pessoal do governador Flávio Dino, Carlos Brandão, que deveria esperar a adesão automática do jornalista e do partido.

Com a adesão do Rede, a pré-candidatura de Weverton Rocha passa a ter o apoio de sete partidos para o projeto 2022.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo