MARANHÃO

“O Procon-MA só tem hoje uma função: eleger candidato”, dispara vereador Astro de Ogum

Procon-MA comandado pela esposa de Duarte Júnior, só funciona quando quer, pune quem quer e absolve quem quer

O vereador de São Luís, Astro de Ogum (PCdoB), soltou o verbo durante sessão ordinária no plenário da Câmara Municipal, na manhã desta segunda-feira, 18, e partiu para cima do deputado estadual, Duarte Júnior (PSB), ao denunciar o uso político-eleitoreiro do Procon-MA, órgão que deveria agir na promoção dos direitos dos consumidores, mas, segundo Astro, é usado há anos pelo socialista para conseguir votos.

A fala de Astro aconteceu logo após o vereador bolsonarista, Marquinhos (União Brasil), pedir ao governador Carlos Brandão (PSB), que acione o órgão estadual para fiscalizar os postos de combustíveis que ainda não diminuíram o valor do litro da gasolina após a redução do ICMS, no Maranhão.

Como todo maranhense já sabe, Duarte Júnior, outrora presidente do Procon, já que o comando é de sua esposa, mas segundo o parlamentar ludovicense é o deputado socialista que continua exercendo controle sobre o órgão para obter dividendos eleitorais, conforme afirmou nesta manhã no plenário Simão Estácio da Silveira, o vereador Astro de Ogum.

“Procon não faz nada na cidade. O Procon só tem hoje uma função: eleger candidato. É bom Vossa Excelência procurar outro órgão porque o Procon está ampliando e fazendo campanha do ex-candidato a prefeito da cidade”, disparou Astro de Ogum.

Atualmente presidido pela advogada Karen Barros, esposa de Duarte Júnior, o Procon gastou recentemente R$ 368 mil com a compra de cestas básicas para distribuir à população carente, atitude essa totalmente alheia à sua competência, como órgão fiscalizador.

Enquanto isso, tanto o órgão como o próprio Duarte Júnior silenciam não apenas sobre o alto valor dos combustíveis no estado após a redução do ICMS, mas também sobre a crise no sistema de ferryboat, que afeta milhares de baixadeiros diariamente.

Como bem disse Eduardo Braide durante debate eleitoral em 2020, se o Procon-MA funcionasse de verdade, o primeiro a ser multado seria o próprio deputado Duarte Júnior.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!