HOMICÍDIO

Pai é suspeito de espancar filha recém-nascida até a morte no MA

O crime aconteceu na cidade de Dom Pedro e a mãe é suspeita de cumplicidade

O mundo está perdido mesmo. Na cidade de Dom Pedro, interior do Maranhão, a 320 KM da capital maranhense, uma bebê recém-nascida, de nome Heloísa, foi morta por espancamento, segundo a polícia, na noite desta segunda-feira (2). O ato criminoso teria sido praticado pelo próprio pai da criança, um menor de idade, de iniciais G.O, de 17 anos. A mãe que tentou esconder o crime, é suspeita de ter sido conivente com o crime.

De acordo com relatos de vizinhos, o pai da criança chegou drogado em casa e pediu à mãe para colocar a criança para dormir. Segundo depoimentos,“Instantes depois, por volta de 20h30, ele passou na rua levando a bebê para o hospital Geral de Dom Pedro, onde a criança morreu. Os médicos perceberam que a bebê havia sido espancada” e chamaram a polícia.

O pai ainda chegou a negar a autoria do crime e alegou que a bebê era doente e por isso ficava roxa. Mas a casa caiu quando o jovem entrou em contradição diante da polícia, ao dizer que a menina Heloísa havia se engasgado com água e havia ficado sem ar. Indagado pelo médico de plantão sobre o porquê da bebê estar roxa, o pai assassino mudou de versão outra vez, alegando que ela tinha caído da cama há uma semana e que só agora eles decidiram levar ao médico.

Já a mãe, identificada como Nathália, chegou ao hospital confirmando a versão do Pai. De imediato, a polícia foi chamada e os dois foram presos em flagrante por suspeita de homicídio. Exames foram feitos e comprovaram também que a bebê estava com as duas pernas e a clavícula quebradas, hematoma na orelha, na cabeça e por todo o corpo.

Pai e mãe estão a disposição da justiça, mas o pai é menor de idade e logo logo estará solto cometendo outros crimes.

 

Tags

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar