BABADO DA SEMANA

Para evitar prisão após deixar Presidência, Bolsonaro articula com Centrão cargo vitalício como senador

A pedido de Bolsonaro, Centrão estaria articulando mandato vitalício no Senado

Aliados do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no Congresso estariam articulando uma operação para blindar o chefe do Executivo Federal caso ele não seja reeleito em 2022. A ideia seria torná-lo senador vitalício para que ele tenha imunidade parlamentar e não seja preso como aconteceu com Lula, já que o relatório da CPI da Covid-19 pode levá-lo a cadeia.

Para viabilizar a ideia, Bolsonaro acionou o centrão, grupo que comanda o governo, para estudar e apresentar uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) criando o novo cargo. Caso a PEC passe, Bolsonaro não seria remunerado, nem teria direito a voto, tendo apenas um espaço na tribuna do Senado para falar suas bobagens e evitaria uma possível prisão no futuro.

Propostas semelhantes já surgiram em 2002 e 2015, mas, à época, foram rejeitadas pelo Plenário da Câmara Federal pelos deputados. O certo mesmo é que Bolsonaro já sabe da derrota e principalmente da possibilidade de ser preso, igual seu adversário Luís Inácio Lula da Silva.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo