SAÚDE DA MULHER

Parteiras de São Luís recebem treinamento de reanimação neonatal

Segunda edição da Jornada de Pediatria Neonatal de São Luís acontece nesta semana

A capital do Maranhão, São Luís, volta a sediar um dos mais importantes eventos de saúde do nordeste brasileiro, a Jornada de Pediatria Neonatal, um curso intensivo que visa treinar profissionais da saúde em avançadas técnicas de reanimação neonatal. Este ano, o curso mais uma vez acontece por iniciativa e com o patrocínio de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, em parceria com a Sociedade de Puericultura e Pediatria do Maranhão, Sociedade Brasileira de Pediatria e duas entidades internacionais: a Academia Americana de Pediatria e a American Heart Association.

Durante o evento que será realizado nos dias 16 e 17 de outubro em São Luís, uma equipe de neonatologistas de gabarito internacional realizará palestras teóricas e práticas de reanimação neonatal para mais de 100 profissionais da saúde, entre eles 30 médicos e 60 auxiliares de reanimação e enfermeiros e 24 parteiras.

O programa já treinou milhares profissionais não somente no Maranhão, mas em todo o mundo. Países como China, Mongólia, Equador, Paraguai, Bolívia e Etiópia foram atendidos por iniciativa da Igreja. No Brasil, a jornada já foi realizada em Teresina (PI); Guarulhos e São José do Rio Preto (SP), Resende (RJ); Salvador e Feira de Santana (BA); Recife (PE); Rio Branco (AC); Maceió (AL); em São Luís e em Imperatriz (MA).

Os profissionais treinados passam a aperfeiçoar o trato obstétrico e, assim, contribuem com a queda significativa da mortalidade infantil. A Jornada de Pediatria oferece apostila com manuais da Sociedade Brasileira de Pediatria, da Academy of Pediatrics e da American Heart Association. Os participantes realizarão testes teóricos e práticos e ao final, será fornecido certificação pela Sociedade Brasileira de Pediatria.

Segundo dados do Ministério da Saúde, o índice de mortalidade infantil no Maranhão é de 16,3 mortes de crianças a cada mil nascimentos (dados de 2016), número considerado alto.  Dados fornecidos pela Sociedade Maranhense de Pediatria apontam que as causas de mortalidade infantil se modificaram ao longo das décadas. Houve crescimento importante das causas perinatais, que são decorrentes dos problemas da gravidez, parto e nascimento que correspondem por mais de 50% das causas de óbito no primeiro ano de vida. A asfixia neonatal foi a causa de morte em 23% dos óbitos neonatais no Brasil nesta década. Conclui-se que o atendimento adequado ao parto por profissionais habilitados, assim como o emprego de técnicas de reanimação padronizadas internacionalmente, pode fazer uma diferença significativa na redução da mortalidade infantil

O programa de Ajuda Humanitária da Igreja de Jesus Cristo visa combater esse índice, por isso, além de patrocinar o evento, a Igreja realizará a doação de kits de reanimação neonatal. Ao todo, mais de dois mil itens entre estetoscópios, balões auto infláveis de silicone, laringoscópios, manequins neonatais, seringas e os mais variados equipamentos serão doados às equipes certificadas.

Trabalhando com organizações de saúde nacionais e ministérios da saúde de países em todo mundo, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias envia médicos e enfermeiros voluntários para ensinar técnicas de reanimação neonatal à equipe que trabalha com partos. Com tal treinamento, a equipe é capaz de ajudar a salvar a vida de bebês que apresentam dificuldades respiratórias no parto.

Informações Adicionais

O encontro acontecerá na capela de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Último Dias da Rua Professor Luís Pinho Rodrigues, 15 – Renascença, São Luiz, nos dias 16 e 17 de outubro entre 10 e 17h.

Fontes sugeridas para reportagem:

Dr. Bryan Wilcox, representante da Academia Americana de Pediatria.

Marco Aurélio Silva, representante de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

Dra. Marynéa do Vale Nunes, coordenadora do Programa de Reanimação Neonatal no Maranhão.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close