JUSTÍÇA

Polícia Federal, prende e Justiça manda soltar Eduardo DP 24h depois

Pelo visto, a Constituição Federal está valendo menos que um regulamento de futebol amador

Poucos mais de 24h depois, a Justiça mandou soltar o empresário Eduardo DP, preso nesta sexta-feira (22), acusado de participar de um esquema criminoso de licitações. O empresário que foi preso por envolvimento com verba da Codevasf, também tem contratos milionários no governo do Maranhão. É justamente por esse e outros motivos, que o brasileiro já não acredita mais na justiça. Veja abaixo a nota da defesa.

NOTA PÚBLICA

A defesa de Eduardo José Barros Costa, informa a revogação da sua prisão cautelar.

Como afirmado em nota anterior, a prisão foi determinada apenas com base na visão unilateral do Ministério Público e da Polícia, sem que o investigado tivesse sequer a oportunidade de esclarecer, oral e documentalmente, as apressadas conclusões que redundaram na formulação do pedido de prisão, agora revogado.

Sigamos agora na forma do devido processo legal, sempre invocando o direito que a ele assiste, assim como a todo cidadão brasileiro, de ter presumida sua inocência até que sobrevenha sentença penal condenatória com trânsito em julgado.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!