PINHEIRO

Prefeito de Pinheiro abandona hospital municipal

O hospital municipal Dr. Antenor Abreu está jogado a Deus dará na gestão de Luciano Genésio

Em Pinheiro na Baixada Maranhense a saúde pública é tratada como lixo, jogada às traças. Se o hospital municipal Antenor Abreu fosse uma casa de shows, talvez Luciano Genésio cuidasse melhor da Casa de Saúde pinheirense, já que quando o assunto é festa, sai dinheiro de qualquer lado para investir em farras e folias.

De acordo com o Blogue do Vandoval Rodrigues, divulgado nesta quinta-feira (4), o hospital Antenor Abreu se encontra em estado de completo abandono. De acordo com imagens de móveis que estão sendo usados no hospital, o descaso do prefeito Luciano Genésio com a saúde pública do município de Pinheiro é maior que a incompetência do gestor, que pouco se preocupa com o caos que se instala na cidade durante sua gestão.

O hospital municipal Antenor Abreu, principal local de atendimento de Urgência e Emergência de Pinheiro, se encontra em estado deplorável, um descaso com a saúde pública. Fotos enviadas por familiares de pacientes internados mostram claramente a triste situação da estrutura do hospital, colchões rasgados sem cobertas, camas, cadeiras e mesas enferrujadas, as paredes com a estrutura comprometida, fiação elétrica exposta, falta medicação, médicos, Centro Cirúrgico sem o mínimo de condições de limpeza, profilaxia zero, péssimo atendimento, descaso total em que infelizmente a população precisa se submeter, além de servidores sem condições para trabalhar.

Os postos de saúde também não oferecem os atendimentos necessários, estão sem médicos e da parte do SUS, nada está funcionando, nem marcação de exames e muito menos consultas. Não tem sequer material para curativos.

É lamentável a falta de respeito do prefeito Luciano Genésio para com a população pinheirense que o elegeu. A realidade que os pinheirenses vivem hoje anda longe do paraíso que a mídia contratada pelo prefeito anda divulgando. Para quem conhece a Princesa da Baixada, talvez voltando a visitar a cidade, poderá encontrar uma mendiga ao invés de princesa, já que atualmente passa seu tempo pedindo socorro.

Se não bastasse a saúde pública jogada às traças, as estradas da zona rural estão intragáveis, as ruas da zona urbana de Pinheiro estão esburacadas, e nada é feito pelo prefeito Luciano. O desleixo por parte do gestor é tão grande, que se acumula e prejudica não só a saúde pública, mas também o desenvolvimento do município.

Por Vandoval Rodrigues

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo