SÃO LUÍS

Prefeito Eduardo Braide quer torrar R$ 8,6 milhões com cestas básicas

Enquanto isso, falta o básico em Abrigos, POP'S e CRAS geridos pela SEMCAS

Em pleno ano eleitoral e com o irmão Fernando Braide, pré-candidato a deputado, o prefeito de São Luís, Eduardo Braide, que tem deixado a desejar nas áreas da educação, saúde e assistência social, quer torrar mais de R$ 8 milhões com cestas básicas, principal moeda da pré-campanha eleitoral em 2022. Com milhares de famílias em situação de vulnerabilidade social no Maranhão, quem chegar ofertando uma cesta básica, vira santo protetor dos pobres.

Um levantamento feito pela Folha do Maranhão em dados da Central de Licitação da prefeitura de São Luís, apontam que, a gestão de Eduardo Braide (Sem Partido) está prevendo o gasto de R$ 8,6 milhões na aquisição de 100 mil cestas básicas.

Segundo apurou a Folha, esse é o maior gasto com esse tipo de compra já realizado na gestão de Eduardo Braide. O primeiro e único valor gasto com aquisição de cestas básicas aconteceu em agosto do ano passado, quando a prefeitura licitou e contratou a empresa LPS Comercio e Representações para o fornecimento de 40 mil cestas, custando o valor total do contrato em R$ 1.720.400,00 (um milhão, setecentos e vinte mil, e quatrocentos reais.

As licitações de ambos os processos foram realizadas pela Secretaria Municipal de Segurança Alimentar de São Luís (SEMSA), que tinha como secretário Júnior Vieira, aliado de primeira do prefeito Braide e do deputado federal Aluísio Mendes e atual pré-candidato ao cargo de deputado estadual pelo PSC.

Apesar de afastado da pasta, Júnior Vieira, demonstra ser bastante influente na secretaria, onde durante suas reuniões políticas é possível perceber diversos membros da SEMSA entre os presentes. Nas redes sociais, o jovem se engrandece de ter participado e planejado a entrega de alimentos pela prefeitura de São Luís.

A licitação na modalidade pregão eletrônico está prevista para acontecer no próximo dia 21 de junho. Enquanto a população se diverte com o São João do Maranhão, Braide faz carnaval com dinheiro público em pleno festejo junino.

Braide ainda só não encontrou verba na gestão para contratar empresas para fornecer produtos para a Secretaria Municipal de Assistência Social, que anda com o pires a mão desde o início da gestão em janeiro de 2021. Na SEMCAS é só fartura. Falta tudo, inclusive o básico.

Por Folha do Maranhão

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!