BACURI

Prefeito Washington Luís é condenado pelo TRF1 e está fora das eleições 2020 em Bacuri-MA

Em 2016 Washington Luís concorreu por liminar e passou o mandato todo pendurando por liminares

Os desembargadores da 3ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) confirmaram, na última terça-feira, dia 30 de junho, a condenação do prefeito de Bacuri-MA, Washington Luís, por fraude no Programa de Saúde da Família (PSF), mantendo no quadro de odontólogos, profissionais que não prestavam serviços àquela municipalidade, desviando, portanto, segundo a justiça, os recursos públicos relativos aos respectivos pagamentos.

Em 2018, Washington Luís já havia sido condenado à suspensão dos direitos políticos, pelo prazo de 5 (cinco) anos, neste caso, pelo juiz federal Clodomir Sebastião Reis. De acordo com a Lei da Ficha Limpa, a condenação pelo colegiado da 3ª Turma, suja a ficha do chefe do executivo de Bacuri-MA e o impede de disputar as eleições deste ano.

A Ação que condenou Washington, por ato de Improbidade Administrativa, Dano ao Erário e Enriquecimento ilícito, foi ajuizada pelo Ministério Público Federal (MPF).

Agora, além de ficar inelegível e não poder entrar na disputa pela reeleição, o prefeito bacuriense terá que ressarcir os cofres públicos do município, por dano causado ao erário em mais de R$ 50 mil e mais multa.

Além disso, Washington também teve os direitos políticos suspensos por cinco anos, sendo proibido de contratar com o poder público ou receber benefícios ou incentivos fiscais, direta ou indiretamente.

Por Dalvana Mendes

Tags

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar