BEQUIMÃO

Prefeito Zé Martins determina mais um ciclo de desinfecção de áreas em Bequimão-MA

A Secretaria Municipal de Saúde está desinfectando espaços públicos e privados para evitar a proliferação da Covid-19

O combate a proliferação do novo coronavírus em Bequimão é uma das metas do prefeito Zé Martins desde o início de março quando a Organização Mundial de Saúde decretou pandemia da Covid-19. Preocupado e determinado na luta contra o vírus que tem deixado milhares de famílias órfãs em todo mundo, o prefeito Zé Martins determinou que a Secretaria Municipal de Saúde inicie mais um ciclo de desinfecção de ruas, avenidas e espaços públicos e privados de grande movimentação de pessoas na cidade de Bequimão.

“Nesta nova fase, além dos pulverizadores, está sendo usado um caminhão pipa abastecido com água sanitária diluída, que forma uma solução extremamente eficaz na limpeza de superfícies e objetos, conforme comprova o manual técnico da Organização Mundial da Saúde (OMS)”, destacou o secretário de saúde Sidney Bouéres, que tem sido um servidor presente nas ações de combate ao Covid-19.

O prefeito Zé Martins tem feito tudo de acordo o Ministério da Saúde, Secretaria de Estado da Saúde e Organização Mundial de Saúde.  “Não iremos medir esforços e nem economizar recursos no combate ao novo coronavírus em Bequimão com o principal objetivo de proteger o povo da minha terra.Tudo que é possível fazer, estamos fazendo e com a ajuda da equipe incansável da saúde e colaboração de todas as secretarias, estamos conseguindo bons resultados. Estamos na luta, ainda não vencemos a guerra, mas pelos resultados conseguidos, os números mostram que estamos no caminho certo. Precisamos da colaboração de cada um bequimãoense nessa luta que não é só nossa da gestão e sim de toda população”, disse o prefeito Martins.

A colaboração da população evitando aglomerações, usando máscaras e se mantendo em isolamento social, faz com que o úmero de casos diminua, e consequentemente a quantidade de óbitos. Só com a consciência da população tudo pode melhorar no Brasil.

Por Paulinho Castro

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo