ESPORTE AMADOR

Prefeitura de Alcântara assina termo de adesão à Copa Quilombola de Futebol

O município de Alcântara por ser um território quilombola vai participar da Copa Quilombola 2021

O prefeito de Alcântara, Padre William Guimarães, assinou no início desta semana, o termo de adesão à Copa Quilombola de Futebol 2021 – Troféu Negro Cosme, realizada pelo Governo do Maranhão. Esta será a terceira edição da Copa, evento que envolve quilombos de 16 municípios do Maranhão e tem o objetivo de integrar as comunidades por meio do esporte.

Com a assinatura do termo de adesão pelo prefeito Padre William, a Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (SEMJEL), em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SEMDS), começa os preparativos para a participação do município na competição.

A Copa Quilombola de Futebol – Troféu Negro Cosme – é um projeto de inclusão social através do esporte no Maranhão. O campeonato reúne atletas de quilombos de todo o Maranhão. Os organizadores acreditam que, bem mais que o aspecto esportivo, o objetivo maior é despertar nos jogadores e nas comunidades, o sentimento de força, orgulho de ser negro e de viver em uma comunidade quilombola.

O Troféu Negro Cosme começa com os jogos internos (Campeonato entre as equipes do município) – onde as equipes do município jogam entre si. A equipe campeã representará o município na semifinal estadual que será disputada em São Luís. A equipe campeã recebe premiação de R$ 20 mil reais.

Juciely Andrade, Diretora do Departamento de Igualdade Racial, afirma que a Copa Quilombola movimenta o futebol amador nos quilombos. “O departamento de Igualdade Racial, junto a Secretaria da Desenvolvimento Social está sempre em busca de parcerias para o desenvolvimento e pertencimento das comunidades quilombolas, já que a competição movimenta o esporte amador. E claro que sem o apoio da Prefeitura de Alcântara nada seria possível”, descreveu.

“Será muito bom para o município participar da Copa. Nossa intenção é não repetir as mesmas equipes que já participaram, ou então levar um número maior”, diz o secretário Antônio Luís ao revelar que ‘tem muita coisa boa chegando para o esporte do município até o final do ano.

SAIBA MAIS

Uma das particularidades da Copa é que para participar do evento os atletas devem morar nos quilombos dos municípios que estão na disputa e as prefeituras municipais devem se comprometer em ceder os campos de futebol, o transporte para as equipes locais e ambulância com atendimento médico no local da disputa, que acontece sempre em quilombos.

A Copa Quilombola de Futebol é realizada pelo Instituto de Solidariedade e Inclusão Social (Solis) e tem o apoio do Governo do Maranhão através das Secretarias de Estado da Igualdade Racial e do Esporte e Lazer.

Em 2016 foi realizada a primeira edição do torneio. Ela envolveu atletas quilombolas de 12 municípios, com 168 equipes participantes, 287 jogos e 4.536 atletas e técnicos. Nesse ano, Alcântara participou da fase final e ficou em terceiro lugar, perdendo para Serrano do Maranhão e Monção, respectivamente.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo