SAÚDE

Prefeitura de Bequimão e Hemomar vão realizar campanha de doação de sangue em outubro

A Igreja Adventista do Sétimo Dia também está trabalhando no fortalecimento dessa campanha nobre

Uma parceria entre o Centro de Hematologia do Maranhão (Hemomar de Pinheiro) e a prefeitura de Bequimão, através da Secretaria Municipal de Saúde, com o apoio da Igreja Adventista do Sétimo Dia, realizará a Campanha de Doação de Sangue, dia 15 de outubro (quinta-feira), das 8h da manhã às 5h da tarde, no posto de saúde Santo Antônio.

Para doar sangue é preciso estar em boas condições de saúde, ter entre 16 e 69 anos (pessoas acima de 60 anos só podem doar se já tiverem doado sangue alguma vez antes dessa idade), pesar no mínimo 50 quilos, estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas), estar alimentado, por isso evite alimentos gordurosos e aguarde até 2 horas para doar, apresentar documento original com foto, que permita o reconhecimento do candidato, emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Cartão de Identidade de Profissional Liberal, Carteira de Trabalho e Previdência Social). Pessoas com menos de 18 anos precisam estar acompanhadas dos responsáveis ou com formulário de autorização.

Quem não pode doar sangue?

No hemocentro, os principais impeditivos para doar sangue são:

  • Ter idade inferior a 16 anos ou superior a 69 anos
  • Ter peso inferior a 50 kg
  • Estar com anemia no teste realizado imediatamente antes da doação
  • Estar com hipertensão ou hipotensão arterial no momento da doação
  • Estar com aumento ou diminuição dos batimentos cardíacos no momento da doação
  • Estar com febre no dia da doação
  • Levar uma criança menor de 13 anos para o hemocentro e sem a presença de outro adulto que possa acompanhá-la após a doação.

VANTAGENS PARA QUEM DOA SANGUE

Os doadores de sangue regulares no Maranhão terão direito à meias-entradas em eventos culturais, esportivos e de lazer realizados em locais públicos. O benefício é possível graças à Lei 9.496, de autoria do ex-deputado Afonso Manoel. No entanto, os doadores considerados regulares deverão ter registro e identificação própria através de carteira emitida pelos hemocentros e bancos de sangue maranhenses.  A lei de autoria do deputado Afonso Manoel tem por objetivo estimular a doação de sangue no Maranhão e surge em um momento em que a Supervisão de Hematologia e Hemoterapia do Maranhão (Hemomar) passa por uma baixa na média de coleta.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo