SÃO LUÍS

Prefeitura de São Luís promove semana de prevenção à Hipertensão Arterial

Até o dia 29 de abril serão realizadas, nas 56 Unidades Básicas de Saúde, ações de conscientização, consultas e o rastreamento

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), iniciou, nesta segunda-feira (25), a Semana Municipal de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial. O objetivo é promover a conscientização sobre a importância do diagnóstico preventivo e do tratamento da doença à população da capital.

“Falar sobre prevenção contra a hipertensão arterial se faz ainda mais relevante quando entendemos as consequências danosas que ela pode trazer à saúde das pessoas. A atenção da Prefeitura de São Luís ao combate dessa doença vai além da Semana Nacional de Prevenção à Hipertensão; prova disso foi a criação do primeiro Centro de Atendimento às Pessoas com Hipertensão e Diabetes, na gestão do prefeito Eduardo Braide, além de vários projetos que têm como objetivo reduzir os fatores de risco que podem contribuir para essa e outras doenças, tais como sedentarismo, tabagismo e o excesso no consumo de álcool”, afirma o secretário da Semus, Joel Nunes.

A ação está sendo desenvolvida em alusão ao Dia Nacional de Combate à hipertensão arterial, celebrado anualmente no dia 26 de abril em conformidade à Lei 10.439/2002. Até o dia 29 de abril serão realizadas, nas 56 Unidades Básicas de Saúde, ações de conscientização, consultas e o rastreamento de pessoas assintomáticas, além do atendimento ampliado no Centro de Atendimento a Pessoas com Hipertensão e Diabetes.

Saiba Mais

Hipertensão arterial (HA) é condição clínica multifatorial caracterizada por elevação sustentada dos níveis pressóricos ≥ 140 e/ou 90 mmHg.


Frequentemente se associa a distúrbios metabólicos, alterações funcionais e/ou estruturais de órgãos-alvo, sendo agravada pela presença de outros fatores de risco (FR), como dislipidemia, obesidade abdominal, intolerância à glicose e diabetes mellitus (DM). Mantém associação independente com eventos como morte súbita, acidente vascular encefálico (AVE), Infarto Agudo do Miocárdio (IAM), Insuficiência Cardíaca (IC), Doença Arterial Periférica (DAP) e Doença Renal Crônica (DRC), fatal e não fatal (SBC, 2016).

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!