SAÚDE

Prefeitura de São Luís realiza ação de conscientização sobre combate à Covid-19

A ação educativa aconteceu nesta quarta-feira (10) nos terminais de Integração de São Luís

A Prefeitura de São Luís tem trabalhado de forma estratégica para combater a pandemia de coronavírus na capital. Por meio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), teve início, na tarde desta quarta-feira (10), à ação educativa “Sinal Vermelho para a Covid-19”, com o objetivo conscientizar os usuários do transporte coletivo sobre as medidas individuais para evitar a contaminação pelo vírus.

A iniciativa seguirá até a próxima semana, quando as equipes da Coordenação de Educação para o Trânsito (Coetran), um dos braços da pasta, já tiver percorrido todos os cinco Terminais de Integração da capital, por onde circulam, em dias normais, cerca de 300 mil pessoas.

Neste primeiro dia de “Sinal Vermelho para a Covid-19”, as equipes da Coetran escolheram como alvos, os usuários do transporte coletivo com viagens integradas no Terminal da Cohama/Vinhais. Pontualmente, a partir das 16h, faixa de horário em que, geralmente, o movimento de pessoas costuma se intensificar, os membros da iniciativa municipal começaram a distribuir cartazes de advertência e a abordar usuários, orientando-os sobre a importância do uso da máscara de proteção e higienização das mãos, com água e sabão ou álcool a 70%, além do distanciamento seguro.

De acordo com o superintendente de trânsito da SMTT, Rodrigo Fonseca, a ação se dá na fase mais crítica da pandemia de Covid-19 e, portanto, com o intuito de fazer com que todos adotem as medidas necessárias para que possam atravessar esse momento delicado. “Essa campanha surgiu para que as pessoas possam estar cientes da necessidade de adotar todas as medidas de segurança para evitar contrair e transmitir a Covid-19. Ou seja, a ideia é de orientar, educar e conscientizar para que todos possam atravessar, vivos e com saúde, essa pandemia”, destacou. Para que os usuários do transporte coletivo também pudessem voltar os olhos para a mensagem principal da iniciativa “Sinal Vermelho para a Covid-19”, a Coetran levou como atração para o primeiro dia da ação, no Terminal da Cohama/Vinhais, três de seus mascotes que, de forma lúdica, também contribuíram para o ato de conscientização. A ação ainda vai acontecer nos terminais da Praia Grande, Cohab, São Cristóvão e Distrito Industrial, durante uma semana, até a próxima terça-feira (16).

“Além de orientar sobre as medidas necessárias para combater a Covid-19, também buscamos, com essa ação, a promoção do respeito mútuo. As pessoas já sabem que têm de manter o distanciamento, usar máscara e higienizar as mãos, mas muitas continuam agindo sem pensar no outro. É preciso entender que essa é uma luta de todos e que nós precisamos nos unir, agir com humanidade e, mais que nunca, respeitar uma ao outro para que possamos vencer essa pandemia”, destacou a coordenadora da Coetran, Adriane Pinheiro.

Ações

Segundo o coordenador dos Terminais de Integração de São Luís, Marciano Rubira, a ação executada pela Coetran é um complemento às ações, também de combate à pandemia, que já vinham sendo desenvolvidas. “Há algum tempo, programamos nos Terminais de Integração a colaboração dos bombeiros civis, que atuam na orientação das pessoas para que mantenham o distanciamento mínimo necessário às condições de não-transmissão, assim como o uso de máscara. Além disso, também pusemos à disposição dos usuários o álcool em gel na entrada dos terminais, bem como lavabos com água e sabão, para que as pessoas possam higienizar as mãos e, assim, adentrar aos espaços com segurança”, contou.

 

Para a usuária do transporte coletivo e operadora de caixa Camila Araújo, de 27 anos, as ações são bem-vindas porque ainda há empurra-empurra e desrespeito ao uso de máscara por parte de alguns usuários. “Toda ação que houver vai ser muito bem-vinda porque a gente precisa insistir no respeito que as pessoas precisam ter para combater esse vírus. Ainda há muito tumulto para passageiros entrarem nos ônibus, muita gente que não usa máscara porque acha que não está doente ou que não vai adoecer. Não tenho dúvidas de que essa ação vai servir para esse momento que é bastante grave”, disse.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo