CÂMARA DE SÃO LUÍS

Prevenção ao suicídio é tema de ações da Câmara Municipal

Foi realizada a distribuição de material informativo para os servidores e também uma roda de conversa para a discussão do tema

As ações de prevenção ao suicídio foram o tema de atividades realizadas pela Câmara Municipal de São Luís, nesta quarta-feira, dia 16. Os momentos fizeram parte da programação do Setembro Amarelo, campanha realizada a nível nacional com o objetivo de sensibilizar a sociedade para a prevenção do suicídio.

Foram realizadas duas ações. A primeira, aconteceu na entrada da Câmara, em que os servidores receberam um panfleto contendo diversas informações relacionadas ao suicídio, suas formas de prevenção e onde buscar ajuda.

Em seguida, foi realizada uma roda de conversa com os servidores, conduzida pelo psicólogo da Casa, Mauro Brandão Júnior. Além de trazer ainda mais informações sobre a temática, o momento foi importante, pois os participantes tiveram a oportunidade de compartilhar suas histórias de vida, deixando assim o debate mais rico.

“O importante é compartilhar e acolher. As pessoas precisam de um espaço onde elas possam se sentir à vontade para compartilhar as suas experiências. O material mais importante é o que o outro sentiu ou está sentido. Entender isso, faz com que a gente compreenda mais ainda a importância da prevenção”, destacou Mauro Brandão.

A mesma opinião foi compartilhada por Gustavo Póvoa de Sousa, servidor da Câmara. “É muito importante ter esse tipo de conversa para a construção e compartilhamento. Conversar mais sobre essa temática, vai nos dando suporte para que possamos repassar a nossa história para outras pessoas, tornando o ambiente mais agradável”, afirmou.

No dia 23 de setembro, a Câmara Municipal realizará novamente a ação, com o objetivo de integrar outros servidores da Casa que não puderam participar das atividades desta quarta-feira.

Campanha – A campanha Setembro Amarelo visa chamar a atenção da sociedade para a prevenção de um problema tão complexo que é o suicídio. O dia 10 de setembro é considerado como o Dia Mundial de Combate ao Suicídio, mas as atividades de conscientização acontecem ao longo de todo o mês.

De acordo com a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), são registrados cerca de 12 mil suicídios todos os anos no Brasil e mais de 1 milhão no mundo. Trata-se de uma triste realidade, que registra cada vez mais casos, principalmente entre os jovens.

Cerca de 96,8% dos casos de suicídio estão relacionados a transtornos mentais. Em primeiro lugar está a depressão, seguida do transtorno bipolar e abuso de substâncias. Porém, outros fatores também estão relacionados ao suicídio como questões sociodemográficas (isolamento social), condições clínicas incapacitantes (lesões desfigurantes, neoplasia malignas e dores crônicas) e histórico pessoal (tentativas anteriores).

Alguns fatores são considerados importantes na prevenção ou tratamento do suicídio, como, autoestima elevada; bom suporte familiar; laços sociais bem estabelecidos com família e amigos; religiosidade independente da afiliação religiosa e razão para viver; ausência de doença mental; estar empregado; ter crianças em casa; senso de responsabilidade com a família; gravidez desejada e planejada; capacidade de adaptação positiva; capacidade de resolução de problemas e relação terapêutica positiva, além de acesso à serviços e cuidados de saúde mental.

Por Leandro Santos – Foto: Leonardo Mendonça

Mostre mais

Artigos Relacionados

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo