MARANHÃO

Professores recebem Carlos Brandão em Colinas com protesto

Ao visitar sua cidade natal durante aniversário de Colinas, Brandão teve como presente, um protesto

Explicar os desmandos na saúde, educação, infraestrutura, deixados por Flávio Dino será tarefa árdua de Carlos Brandão. Na manhã deste domingo (10), o governador Carlos Brandão (PSB) foi participar da programação de aniversário da sua cidade natal, Colinas. O que ele não esperava era um protesto de professores da rede pública como recepção.

O protesto teve uma ampla participação da classe dos professores que estavam com faixas e palavras de ordem.

Os profissionais pedem pelo reajuste salarial de 33,24% sancionado pelo Governo Federal, mas que ainda não foi concedido para a categoria pela prefeita do município, Valmira Miranda, que faz parte do grupo político do atual governador do estado, Carlos Brandão.

O Piso Salarial Profissional Nacional para os Profissionais do Magistério Público da Educação Básica (PSPN) teve reajuste de 33,24% anunciado no dia 27 de janeiro/22, pelo governo federal. O piso para 2022 será de R$ 3.845,63, onde mais de 1,7 milhão de docentes serão beneficiados em todo o país, de acordo com o Ministério da Educação.

Ainda de acordo com informações do governo federal, o piso nacional da categoria é o valor mínimo que deve ser pago aos professores do magistério público da educação básica, em início de carreira, para a jornada de, no máximo, 40 horas semanais. Ele foi instituído pela Lei 11.738 de 2008, regulamentando uma disposição já prevista na Constituição Federal e na Lei de Diretrizes e Base da Educação (LDB). A lei estabelece, ainda, que os reajustes devem ocorrer a cada ano, em janeiro.

Por Clodoaldo Corrêa

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!