SAMPAIO CORRÊA

Sampaio está na final da Copa do Nordeste

A Bolívia querida chega à grande final pela primeira vez na história

O Sampaio entrou em campo decidido em buscar a classificação e empatou com o ABC-RN em 1×1 na noite desta quinta-feira (28), garantindo vaga para a inédita final da Copa do Nordeste. A classificação veio com um gol de pênalti cobrado por Fernando Sobral, com categoria aos 34 minutos da etapa final. O adversário ainda conseguiu empatar ao 52 minutos do segundo tempo, mas o passaporte para a finalíssima já estava garantido pelo tricolor maranhense.

Com a vaga na mão, a equipe Tricolor vai enfrentar o Bahia na grande decisão. O primeiro confronto será no Estádio Castelão, em São Luís e o segundo no estádio da Fonte Nova em Salvador. Será o segundo time baiano no caminho da Bolívia Querida nesta Copa do Nordeste. O primeiro foi o Vitória, que acabou eliminado.

O JOGO

Mesmo com a vantagem no confronto, o Sampaio Corrêa não abdicou de jogar, e criou logo a primeira oportunidade aos cinco minutos. Danielzinho clareou para Diego Silva, que acertou um chute rente à trave.

O Tricolor se mantinha mais presente no campo de ataque e possuía maior posse de bola, enquanto o ABC tentava arrumar uma brecha para escapar, sem conseguir situações de perigo, a não ser por meio de uma falta na entrada da área. Andrey segurou firme.

O confronto era faltoso, com o ABC flagrado em entradas mais duras, tanto que em uma jogada violenta, William Oliveira foi tirado de combate.

Aos poucos, a equipe adversária foi conseguindo chegar com mais ênfase ao ataque, e até acertou a trave, mas o placar não se movimentou durante o primeiro tempo. O Sampaio reagiu e fez o que estava no planejamento do técnico boliviano.

Precisando fazer o resultado, o ABC arriscou um pouco mais na etapa final, e chegou perigosamente logo aos dois minutos, mas a defensiva boliviana afastou o veneno.

As faltas duras também eram protagonistas da partida, e os cartões amarelos iam se acumulando, tanto para um lado quanto para o outro.

Com o cronômetro acelerando para o fim, a equipe do ABC se lançou toda a frente, deixando espaço para a Bolívia Querida espetar no contra-ataque. E foi assim que surgiu o pênalti com Alyson derrubado dentro da área. Sobral bateu com categoria e marcou.

Restava ao adversário tentar o impossível; marcar três gols. Só conseguiu um. A classificação é boliviana. Histórica. Inédita. Gigante!

Ficha Tricolor

Andrey, Bruno Moura, Joécio, Maracás e Alyson; Willian Oliveira (César Sampaio), Diego Silva, Fernando Sobral e João Paulo (Rodrigo Fumaça); Danielzinho (Wellington Rato) e Uilliam.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo