SAÚDE

Secretaria de Saúde do Maranhão explica sobre critério na divisão de vacinas

Alguns municípios maranhenses com população pequena recebem mais doses que municípios com o dobro de habitantes

Alguns gestores municipais estão querendo entender qual critério o governo do Maranhão está usando na hora da divisão de doses das vacinas contra a Covid-19. Municípios com população pequena e muitos até sem hospital, estão recebendo maior número de doses de vacina. O Portal G7 entrou em contato com a Secretaria de Estado de Saúde do Maranhão para saber sobre esse critério, que não tem agradado alguns prefeitos.

Segundo informou a Secretaria de Saúde do Estado (SES) ao G7, a divisão é feita pelo Ministério da Saúde, levando em consideração o público-alvo da vacinação. De acordo com a SES, alguns municípios maranhenses contam com população indígena, portanto, recebem maior número de doses do que outros que possuem apenas profissionais de saúde na linha de frente.

A Secretaria de Saúde do Maranhão deixa claro que a divisão não diz respeito ao quantitativo populacional, mas aos grupos prioritários que devem ser imunizados em cada município. VEJA ABAIXO A NOTA DA SES AO G7.

A Secretaria de Estado da Saúde esclarece que a divisão das doses é realizada pelo Ministério da Saúde e leva em consideração o público-alvo da vacinação. Alguns municípios maranhenses contam com população indígena, portanto, recebem maior número de doses do que outros que possuem apenas profissionais de saúde na linha de frente, por exemplo.

A SES ressalta que a cada fase a divisão das doses não diz respeito ao quantitativo populacional, mas aos grupos prioritários que devem ser imunizados.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo