NOTÍCIAS

Senado aprova Auxílio Brasil, também conhecido por “Bolsa Votos”

O programa social substitui o Bolsa Família, criado por Lula e destruído por Bolsonaro

O Senado aprovou nesta quinta-feira, 2, em votação simbólica, a Medida Provisória (MP 1.061/2021) que cria o Auxílio Brasil, também batizado por “Bolsa Votos”, programa que substitui o Bolsa Família, criado no governo Lula. A versão aprovada pelo Congresso inclui um dispositivo para acabar com a atual fila de espera pelo benefício.

O Auxílio Brasil está em vigor desde o dia 17 de novembro, quando começaram os pagamentos para quem já era beneficiário do Bolsa Família. Atualmente, 14,5 milhões de famílias têm direito ao amparo. Quem recebeu o auxílio emergencial, mas não recebia Bolsa Família, não está automaticamente incluído no Auxílio Brasil.

O projeto não estipula o valor exato do apoio financeiro, que é pago mensalmente e calculado por integrante da família.

De acordo com o Ministério da Cidadania, o valor médio em novembro de 2021 foi de R$ 217 por família. O governo promete elevar o auxílio para R$ 400 em 2022 com a promulgação da PEC dos Precatórios (PEC 23/2021).

Faltando menos de um ano para  as eleições, Bolsonaro, assim como quase todo político em período eleitoral, é capaz de distribuir ouro em pó, com um único objetivo, ganhar votos em troca, como se estivesse fazendo um favor aos pobres.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!