Sem férias extras

  • JUSTÍÇA

    Juiz do Maranhão abdica de 30 dias de “férias extras”

    O juiz maranhense Carlos Roberto Gomes de Oliveira Paula apresentou requerimento ao Tribunal de Justiça do Maranhão abrindo mão dos 30 dias adicionais de férias a que os magistrados têm direito, além dos 30 dias de descanso remunerado assegurados aos demais trabalhadores brasileiros. No documento, o juiz justifica sua decisão: “Há tempos este magistrado reflete sobre o impasse ético gerado…

    Leia mais »
Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!