POLÍTICA

Temer anuncia acordo com Caminhoneiros

Greve pode acabar após 7 dias de caos em mais de 5 mil municípios brasileiros

O presidente Michel Temer (MDB) anunciou na noite deste domingo (27) em pronunciamento em rede nacional,  que reduzirá em R$0,46 no valor do litro do diesel pelos próximos 60 dias em todo o país. A medida vale a partir desta segunda-feira (28) e tem por objetivo pôr fim a greve que já dura por 7 dias, causando prejuízos bilionários ao país e a população mais pobre.

Além da redução do preço do combustível, Temer anunciou o fim dos reajustes diários do preço do combustível, que a partir dos 60 dias do acordo o reajuste só acontecerá mensal, caso seja necessário, suspensão da cobrança do pedágio com o eixo central suspenso em rodovias federais, estaduais e municipais, assim como aplicação de uma tabela mínima para cobrança de fretes. Foram cinco reivindicações solicitadas e atendidas pelo Presidente da República.

Michel Temer disse que essa redução do diesel só será possível se houver a redução da cobrança do PIS/COFINS/CIDE, que terá impacto nas contas públicas. O Presidente disse ainda, que ao fim dos 60 dias, os caminhoneiros passarão a se programar e cobrar o frete de acordo com a variação do combustível de forma bem antecipada, o que poderá melhorar a vida daqueles que carregam o Brasil em cima de 4 rodas.

O presidente da República diz que com anúncio das medidas, ele atende todas as demandas dos caminhoneiros, após abertura do diálogo para suspender a greve. Temer encerrou seu pronunciamento falando da tragédia que poderá acontecer, caso a greve não acabe, podendo ter uma catástrofe com a morte de milhares de animais como porcos e galinhas que já estão sem alimento.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo