TRANSPORTE

Thaiza Hortegal vai visitar ferry-boats que ela já usa como transporte

Só poderia ser no Maranhão esse tipo de novela que já foi reproduzida pela centésima vez

A deputada estadual Thaiza Hortegal (PP) parece que está sem pauta para o Maranhão. A parlamentar se reuniu com o diretor da Agência de Mobilidade Urbana (MOB), Daniel Carvalho, retomando pela centésima vez, o diálogo em busca de melhorias nos serviços prestados pelos ferry-boats que fazem a travessia entre Ponta da Espera e Cujupe-Alcântara.

“Nós precisamos perseverar, pois a luta é grande. São décadas de desrespeito com o consumidor, mas já se avançou bastante quando se trata dos terminais. Sabemos que toda mudança significativa requer esforço e persistência, e aqui estamos”, destacou a deputada.

Thaiza relatou preocupação quanto aos episódios de encalhamento de embarcações e os riscos que correm os passageiros, cobrando a disponibilidade do kit de primeiros-socorros.

“As embarcações não estão cumprindo a Lei 11.148/2019, que exige a disponibilidade de kits de primeiros-socorros e tripulação treinada para casos de urgência. Em casos como esse, de mais de duas horas com o ferry-boat encalhado, um passageiro/paciente em ambulância pode vir a óbito, se não dispor do mínimo de estrutura”, disse a parlamentar.

Thaiza Hortegal agendou ova visita em ferry-boats para discutir melhorias com a MOB e confirmou sua participação na audiência pública virtual do dia 18 de março, organizada pela Agência de Mobilidade Urbana.

Essa novela já se arrasta por anos, e nunca foi resolvido o problema, principalmente após Flávio Dino assumir a gestão do Maranhão, onde a primeira medida tomada pelo governador comunista foi aumentar o número viagens, mesmo com horários de poucos passageiros. Isso praticamente quebrou as empresas já estavam sucateadas. Em algumas viagens dependendo do horário e do dia, o valor arrecado não paga sequer o combustível. Algumas empresas estão tendo dificuldades para pagar funcionários.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo