POLÍTICA

Weverton se posiciona após traição de Eliziane Gama

Eliziane Gama percorre a mesma estrada percorrida por Roberto Rocha

Após a decisão da senadora Eliziane Gama (Cidadania) de apoiar o governador Carlos Brandão (PSB), em troca de colocar o Irmão na 2ª suplência de Flávio Dino ao senado e barganhar algum cargo para o marido Inácio Melo, o senador Weverton (PDT) reagiu e se posicionou nas redes sociais.

Weverton, que já demonstrou não guardar mágoas de traidores, disse que respeita a decisão da senadora, mas lembrou que ela está apoiando um governador que se aliou a oligarquia Sarney, o que contraria toda a história do grupo que ela sempre defendeu.

É bom lembrar o senador Weverton, que o histórico de traição de Eliziane Gama é extenso e vai muito além do que os maranhenses lembram. Eliziane que criticava Edivaldo Holanda Júnior, meses depois da vitória de pedetista em 2016, passou a elogiá-lo descaradamente. Para quem não lembrar mais, Eliziane almoçava com Jackson Lago e jantava com Roseana Sarney, sempre jogou dos 2 alados e buscando benefícios para seu lado.

“Respeito a decisão da amiga Eliziane Gama. Mas preciso lembrá-la que apoiar um governador que acaba de nomear 5 membros da oligarquia Sarney como secretários contraria o que sempre defendemos e somos. Por aqui, luta que segue. Te espero de braços abertos no 2º turno Eliziane”, disse.

Outra traição imperdoável foi após ser eleita senadora, quando traiu a Igreja Assembleia de Deus para apoiar Haddad, candidato de Lula, que ela sempre criticou. Para finalizar, o que Eliziane Gama fala em pé, não confirma sentada. Nem a própria igreja acredita mais em Eliziane.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!