JUSTIÇA

Advogado vai entrar com ação contra o prefeito de Igarapé do Meio-MA

O motivo da ação seria a remoção de 10 professores da sede para zona rural feita pelo prefeito Almeida Sousa

Um advogado foi contratado nesta quinta-feira (25) pelos vereadores do município de Igarapé do Meio: Gilberto Enfermeiro, Dacy Viana e Hélio do Gás, todos do Partido Social Cristão (PSC). Os parlamentares fazem oposição ao prefeito de Igarapé do Meio-MA, Almeida Sousa (PL) e, juntamente com os professores envolvidos, vão tirar do próprio bolso o recuso que vai pagar o advogado que atuará em defesa dos dez professores concursados que foram removidos na última segunda-feira (22) da sede para povoados na zona rural do município.

De acordo com os parlamentares, a contratação foi extremamente necessária para conter a injustiça praticada contra os educadores.

“Na sessão extraordinária da última quinta-feira (25) a Mesa Diretora usou de manobra para evitar a discussão a favor dos professores. Na pauta da Ordem do Dia, só estava o projeto de lei da reestruturação do FUNDEB. Na sessão, nós que fazemos oposição ao prefeito Almeida, tínhamos um requerimento pedindo que a pasta da Educação reconsiderasse a remoção do educadores. Mas como a proposição não foi discutida pelo plenário, me reuni com os vereadores Hélio do Gás e Darcy Viana e, em conjunto com os professores, resolvemos constituir um advogado para entrar com um mandado de segurança e retornar os professores a seus lugares de lotação”, pontuou o vereador Gilberto Enfermeiro.

“Não podemos aceitar a situação que o prefeito sujeitou estes dez educadores. Está mais que claro que a remoção deles tratasse de uma retaliação de Almeida. E nós, vereadores de oposição, não vamos aceitar. Para isso, decidimos contratar um advogado para atuar em favor dos professores. Se preciso for, até entrar com um pedido de mandado de segurança”, destacou o vereador Hélio do Gás.

“Igarapé do Meio não é terra de muro bairro, onde desmandos com este que o prefeito está fazendo passará impune. Vamos lutar pelos dez professores, que já sofrem muito pela desvalorização da categoria. Estamos atuando juntos, os três vereadores de oposição, para retornar os professores a seus locais de origem, onde já exercem suas atividades há muitos anos”, completou a vereadora Darcy Viana.

Conforme o G7 mostrou, a Prefeitura de Igarapé do Meio, através da Secretaria Municipal de Educação, usou os impactos da pandemia para transferir na última segunda-feira (22) dez educadores, alguns com 24 anos de prestação de serviço, para locais diferentes de suas portarias. O motivo da remoção seria não ter votado para Almeida em 2020.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo