NOTÍCIAS

Após Bolsonaro criticar Passaporte da Vacina, ataque de hacker apaga sistema do Ministério da Saúde

Dados sobre vacinação contra Covid-19 ainda não estão disponíveis aos brasileiros vacinados

Muito estranho, após Bolsonaro criticar o Passaporte da Vacina, um grupo de hacker atacar o site do Ministério da Saúde e apagar a plataforma do sistema de dados sobre a vacinação contra a Covid-19. O ataque é o assunto mais comentado no Brasil, principalmente pelo fator de Bolsonaro ser contra a vacina.

Um dia após o ataque hacker sofrido pelo Ministério da Saúde, o ConecteSUS o aplicativo responsável pela emissão do Certificado Nacional de Vacinação Covid-19, ainda não voltou a disponibilizar os dados de vacinação dos usuários.

Quem tentar acessar o aplicativo na manhã deste sábado, encontrará a mensagem: “aguarde até 10 dias úteis para que seu registro de vacina apareça no ConecteSUS, caso não aconteça, busque o estabelecimento de saúde onde você tomou a vacina e solicite o registro na Rede Nacional de Dados em Saúde (RNDS), Ministério da Saúde”.

Um grupo autointitulado Lapsus$ Group assumiu a autoria do ataque de ramsonware, que teria copiado e excluído 50 terabytes de dados. A Polícia Federal abriu nesta sexta-feira um inquérito para apurar o ataque.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!