ELEIÇÕES

Verás que um professor não foge à luta, diz Haddad

Presidenciável derrotado do PT estimulou a militância a dialogar e fazer trabalho de base para se reaproximar dos eleitores mais pobres

O presidenciável derrotado Fernando Haddad (PT) falou em coragem e trabalho de base à militância em seu discurso após o resultado da eleição presidencial na noite deste domingo. “Nós temos que fazer uma profissão de fé de que vamos conversar com as pessoas, nos reconectando com as bases e com os mais pobres”, falou ao lado da vice, deputada Manuela D’Ávila (PCdoB), do presidenciável derrotado do PSOL, Guilherme Boulos, da mulher Ana Estela e de correligionários como o senador Lindbergh Farias (PT).

Haddad agradeceu os votos e disse que uma parte expressiva da população brasileira, que votou nele, precisa ser respeitada. “Eu senti angústia e medo na expressão de muitas pessoas. Não tenham medo. Nós estaremos aqui. Nós estaremos juntos. Coragem. A vida é feita de coragem. Viva o Brasil!”, declarou.

Fernando Haddad falou de vários temas, mas não parabenizou o vitorioso Jair Messias Bolsonaro (PSL), o mesmo que aconteceu com Jair que não cumprimentou o derrotado. Fernando Haddad falou que respeita a maioria, mas que será um grande fiscalizador até 2022.

Por O Dia

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close